A Caixa Econômica Federal (CEF) promete manter o pagamento do FGTS emergencial, mesmo depois de o relator da medida, Marcel van Hattem (Novo-RS), dizer que o benefício poderia ser suspenso. Segundo ele, a suspensão aconteceria até que até que um projeto de lei fosse aprovado pelo Congresso.

publicidade
Caixa mantém cronograma do FGTS após MP perder a validade
Caixa mantém cronograma do FGTS após MP perder a validade (Foto: Google)
publicidade

Vale ressaltar que, após o Senado alterar a MP e ampliar as possibilidades de saque, o governo Jair Bolsonaro e o centrão fizeram um acordo para não votá-la. A MP venceria no início da semana anterior, e por isso, o governo prometeu enviar ao Congresso uma nova proposta.

Com todas essas informações, a Caixa informou que manterá o cronograma do saque emergencial, que já havia sido divulgado.

Aqueles que nasceram entre os meses de janeiro e junho, já receberam o FGTS emergencial. Porém ainda falta o pagamento para os demais trabalhadores.

Confira o calendário completo do FGTS emergencial

Nascidos em Crédito na conta poupança social digital Disponível para Saque em espécie ou transferência para outras contas
Janeiro 29/06/2020 25/07/2020
Fevereiro 06/07/2020 08/08/2020
Março 13/07/2020 22/08/2020
Abril 20/07/2020 05/09/2020
Maio 27/07/2020 19/09/2020
Junho 03/08/2020 03/10/2020
Julho 10/08/2020 17/10/2020
Agosto 24/08/2020 17/10/2020
Setembro 31/08/2020 31/10/2020
Outubro 08/09/2020 31/10/2020
Novembro 14/09/2020 14/11/2020
Dezembro 21/09/2020 14/11/2020

 

FGTS depositado nas contas poupanças

O FGTS emergencial será depositado nas contas poupanças sociais digitais e os usuários não podem sacar ou transferir o dinheiro antes do prazo estipulado.

Dentro do aplicativo Caixa Tem, o beneficiário pode efetuar o pagamento de contas e realizar compras de forma online ou física.  O saque pode ser feito até o dia 31 de dezembro de 2020.

O app está disponível gratuitamente e pode ser encontrado na Google Play Store ou Apple Store. Os usuários de Android e iOS podem fazer o download.

Para acessar o app, o beneficiário deve utilizar o seu número de CPF, data de nascimento e criar uma senha de acesso. O login será validado por um código, que tem duração de duas horas.

Os trabalhadores que quiserem saber o seu saldo, podem fazer a consulta através dos seguintes canais:

  • APP FGTS;
  • Site fgts.caixa.gov.br;
  • Central Telefônica CAIXA 111, opção 2;
  • Internet Banking.

 

Amanda Castro é graduada em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Universidade Católica de Pernambuco (UNICAP). É responsável pela área de negócios, tráfego e otimização SEO do portal FDR. Além disso, é também redatora do portal FDR, produzindo pautas sobre economia popular, finanças e programas sociais.