PicPay anuncia que vai lançar opção de investimento nos próximos dias

Depois de criar uma história consistente no mercado de crédito, o PicPay está se preparando para entrar no segmento de investimento.

PicPay anuncia que vai lançar opção de investimento nos próximos dias
PicPay anuncia que vai lançar opção de investimento nos próximos dias (Foto: Google)

O aplicativo da carteira digital já oferece aos clientes rentabilidade equivalente ao CDI, e quer dar acesso a uma prateleira de fundos e produtos financeiros. 

Porém, a fintech está selecionando um player de mercado para plugar os seus serviços na plataforma. 

O antigo CEO da PicPay, Gueitiro Genso disse que “Existe uma parcela da população que quer investir em ações. Está no nosso roadmap para os próximos meses conectar o PicPay com um player do mercado de gestoras e corretoras, estamos na fase de construção das APIs (interface tecnológica que permite a comunicação entre plataformas diferentes)”.

PIX e commodity

O novo CEO da empresa deve adaptar o PicPay ao PIX, que vai ser lançado pelo Banco Central no mês de outubro. 

O sistema de pagamentos de forma instantânea, vai transformar em commodity os principais diferenciais competitivos da fintech, como a realização de pagamento por QR Code e as transferências automáticas 24 horas por dia.

PicPay

A carteira permite que o cliente envie e receba dinheiro, realize transferências para outros bancos, efetue pagamentos com boletos ou em estabelecimentos por meio do QR Code, além de fazer recargas de celular e comprar créditos para jogos online. 

Para se cadastrar e utilizar os serviços é necessário baixar o aplicativo do PicPay e informar CPF e número do celular, além de inserir um endereço de e-mail, nome completo e data de nascimento.

A carteira fornece determinada quantidade de serviços de graça, mediante pagamento de taxas quando ultrapassa-se o limite. 

Os clientes podem fazer dois saques gratuitos por mês em terminais do Banco24Horas, e é cobrada uma tarifa de R$ 6,90 a partir do terceiro saque. 

As transações entre contas no cartão de crédito são grátis até R$ 800 e, quando o valor mensal é excedido, cobra-se uma taxa de 1,99% sobre a movimentação.

Já para pagamentos de boletos com cartão de crédito, há uma taxa de conveniência fixa de 2,99%, mais 3,49% por parcela, no caso de pagamento parcelado.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Jheniffer Freitas
Jheniffer Aparecida Corrêa Freitas é formada em Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes. Atuou como assessora de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo e da Secretarial Estadual da Saúde de São Paulo. Há dois anos é redatora do portal FDR, onde acumula bastante experiência em produção de notícias sobre economia popular e finanças.