publicidade

Na última segunda-feira, dia 27, a Caixa Econômica Federal (CEF) iniciou a medida de prorrogação por até seis meses do período de suspensão da cobrança de financiamentos da casa própria.

Aprenda a prorrogar o prazo de financiamento de imóvel na Caixa Econômica
Aprenda a prorrogar o prazo de financiamento de imóvel na Caixa Econômica (Foto: Google)
publicidade

Vale ressaltar que a prorrogação anterior era de quatro meses. Agora, é preciso que os clientes informem ao banco que utilizarão a suspensão, o que antes não era necessário.

Veja como solicitar a suspensão da cobrança

O cliente precisa acessar o aplicativo Habitação Caixa ou solicitar pelo atendimento telefônico.

O app pode ser baixado gratuitamente nas lojas Google Play Store e Apple Store. Está disponível para usuários Android e iOS (Iphone).

A Central de atendimento telefônico é através dos seguintes números: o 3004-1105 e o 0800 726 0505, opção 7. Caso o cliente precise efetuar algum tipo de negociação, deve ligar para outro número 0800 726 8068, opção 2 – 4.

O banco afirmou que a maioria dos clientes faz a solicitação por meio do aplicativo. Atualmente, mais de 87% deles solicitou dessa forma. A outra parte resolveu pedir por meio dos telefones disponibilizados pela instituição.

Vale lembrar que não é preciso se dirigir até uma agência. O ideal é evitar filas e aglomerações desnecessárias.

Prorrogações

Como já citamos, essa não é a primeira prorrogação, desde que começou a pandemia. Na verdade, essa é a quarta vez que a Caixa anuncia uma suspensão dos pagamentos por um determinado período de tempo.

Durante esse período de crise, criado pelo coronavírus, cerca de  2,4 milhões de contratos foram suspensos. Além disso, a Caixa deixou de receber mais de R$ 8 bilhões em parcelas que foram pausadas.

Segundo o banco, a previsão e que mais de R4 4 bilhões sejam refinanciados. Veja como foram todas as suspensões:

  • No dia 19 de março, a Caixa fez a primeira suspensão e foi de dois meses. Isso porque ainda não havia uma certeza sobre quanto tempo duraria a crise.
  • Em abril, no dia 9, houve uma nova prorrogação, mas dessa vez para três meses.
  • Em maio, o presidente da Caixa, anunciou que seria preciso ampliar o tempo de suspensão, mas que dessa vez seria de quatro meses. Os contratos foram suspensos a partir do dia 14 de maio.

 

 

 

 

Bartira Araújo é formada em Jornalismo pela pela Universidade Santa Cecília. Já trabalhou como analista de comunicação em uma agência de tecnologia e marketing e atualmente é redatora do portal FDR.