Transferência de veículo será feita por meio digital até 2021

Motoristas brasileiros contarão com novo serviço digital. Nessa semana, o Registro Nacional de Veículos em Estoque (Renave) informou que estará realizando a transferência eletrônica de veículo até o fim do ano. A portabilidade deverá ser realizada por meio de uma plataforma digital, permitindo que os condutores consigam repassar os automóveis de forma mais rápida e prática. 

Transferência de veículo será feita por meio digital até 2021 (Imagem: Reprodução - Google)
Transferência de veículo será feita por meio digital até 2021 (Imagem: Reprodução – Google)

A transferência eletrônica dos carros será administrada pelo Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro). A ideia é que, os donos de um veículo, ao desejarem repassar o mesmo, consigam fazer isso de um jeito menos burocrático, porém ainda seguro.

Em período de testes, a plataforma já está sendo aplicada em diversos estados nacionais e deverá ser concluída ainda em dezembro.  

Atualmente, as regiões com melhor adesão foram em Santa Catarina, Espírito Santo e Goiás. Nas próximas semanas, será a vez do teste ser feito no Rio Grande do Sul e em São Paulo. Espera-se que o projeto passe a ter uma adesão total no país, tendo em vista a facilidade de sua aplicação. 

Redução de custos 

Outro benefício da transferência digital é a redução dos custos, tendo em visto que as taxas de serviços burocráticos serão reduzidas. Além disso, os valores da transferência dispensarão também a emissão do CRV em papel, que passará a ser gerado em PDF ou com QR Code 

O valor exato de cada serviço é determinado por estado, conforme acontece as taxações de trânsito como o IPVA, entre outras. No entanto, deverá apresentar uma média nacional mediante a avaliação do Departamento Nacional de Trânsito. Em São Paulo, por exemplo, os documentos de transferência estão com um custo médio de R$ 212.  

Segurança no ato de compra do veículo  

Com a portabilidade digital, os proprietários dos automóveis terão uma maior segurança na hora de compra-los e vende-los. Por meio dos certificados eletrônicos e da assinatura digital, a validação do repasse é feita mais rápida e evita os riscos de entrave durante a tramitação.

Os procedimentos conseguem ser acompanhados online, proporcionando uma maior transparência.  

É importante lembrar que a titularidade de um veículo é essencial para a circulação do mesmo. O proprietário só pode circular mediante um documento que comprove a posse do bem. 
 

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestranda em ciências da linguagem na Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo pela mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR, onde já acumula anos de experiência e pesquisas sobre economia popular e direitos sociais.