Caixa TEM falha e clientes do Nubank e PicPay recebem auxílio emergencial em DOBRO

Erros no sistema do Caixa Tem geram conflitos entre fintechs. Nessa semana, usuários dos bancos digitais como Nubank e PicPay receberam o valor do auxílio emergencial em dobro. A liberação extra ocorreu por causa de um entrave operacional na Caixa Econômica e acabou resultando em problemas para todas as marcas envolvidas. 

Caixa TEM falha e clientes do Nubank e PicPay recebem auxílio emergencial em DOBRO (Imagem: Reprodução - Google)
Caixa TEM falha e clientes do Nubank e PicPay recebem auxílio emergencial em DOBRO (Imagem: Reprodução – Google)

Visando resolver a situação, o Banco Central orientou que fosse feito um estorno em todas as contas que tiveram o benefício dobrado, mas isso acabou afetando outros correntistas. 

Para poder fazer a primeira liberação do auxílio emergencial, Caixa Econômica Federal criou uma conta poupança digital onde os valores são depositados. A modalidade é similar aos sistemas de fintech, mas não permite a realização de saques antes de um período de 30 dias.  

Para poder antecipar a verba, os beneficiários são aconselhados a acessar plataformas como o PicPay ou o NubankAtravés da criação de seus próprios boletos, com limite máximo de R$ 1.000, o correntista consegue fazer o pagamento por meio do Caixa Tem e assim tem a quantia liberada na conta em que gerou o carnê.  

Falhas de pagamento 

Foi exatamente nesse processo de repassar a prestação de contas dos usuários que a Caixa errou e acabou repetindo uma ou mais vezes. Desse modo, um beneficiário que deveria receber R$ 600, por exemplo, teve um depósito de R$ 1.200 em sua conta Nubank ou PicPay 

Ciente da situação, como forma de correção, o Banco Central orientou as instituições bancárias a fazerem um estorno direto na conta de cada usuário. Sendo assim, a quantia extra repassada seria retirada sem o consentimento do mesmo.  

Atrapalho na devolução 

O problema foi que, nesse processo de reaver os valores depositados incorretamente, tanto o Nubank quanto o PicPay acabaram retirando quantias de clientes que nem ao menos estavam cadastrados no auxílio emergencial.

Diante da confusão, uma série de queixas começaram a aparecer nos perfis digitais das marcas, gerando uma exposição grande sobre o problema. 

Até o momento, a Caixa, o Nubank e o PicPay não se pronunciaram sobre tais erros. Acredita-se que quem teve retiradas incorretas será reembolsado nos próximos dias e não se sabe se o processo de antecipação do auxílio por meio do pagamento de boletos será suspenso. 

Gostou do conteúdo? Siga @fdrnoticias no Instagram e FDR.com.br no Facebook para ver as últimas notícias que impactam diretamente no seu bolso e nos seus direitos.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestranda em ciências da linguagem na Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo pela mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR, onde já acumula anos de experiência e pesquisas sobre economia popular e direitos sociais.