publicidade

PONTOS CHAVES

  • Nubank e PicPay tiveram falhas nos últimos dias nas transferências do auxilio emergencial
  • Transferências podem ser feitas por boleto ou pelo cartão de débito da Caixa 
  • Vale a pena fazer a operação?

Para ter acesso ao valor das parcelas já pagas do auxílio emergencial mais rapidamente,muitos beneficiários optaram por transferir os valores para contas de bancos digitais como Nubank, C6 Bank e carteiras digitais como PicPay e Mercado Pago. Mas será que este processo vale a pena?.

Auxílio emergencial: Vale a pena repensar a transferência do dinheiro para fintechs?
Auxílio emergencial: Vale a pena repensar a transferência do dinheiro para fintechs? (Imagem FDR)
publicidade

Erros nas transferências

Nos últimos dias, vimos que erros nas plataformas do Nubank e PicPay fizeram os valores do auxilio que foram transferidos, “sumirem”.

Segundo o Nubank, o problema aconteceu devido a uma falha no sistema da Caixa Econômica Federal. O PicPay por sua vez, culpou o aplicativo Caixa Tem pelas instabilidades ocorridas nas operações.

Como a liberação dos valores em dinheiro leva mais tempo, pois depende de calendário específico, os beneficiários decidiram transferir os valores para suas contas do Nubank ou PicPay através da emissão de um boleto no nome do usuário. Desta forma em no máximo dois dias, o dinheiro pode ser sacado destas contas.

O Nubank disse que parte dos clientes que fez o pagamento de boletos através da Caixa Econômica Federal teria recebido em sua conta digital uma quantia superior ao correto. Informado pela CEF a respeito do erro, o Nubank afirma que comunicou os clientes e estornou os valores de volta à própria Caixa.

Em meio a incontáveis reclamações, o Nubank decidiu suspender a devolução à Caixa e retornou os valores para seus clientes que já teriam tido seu dinheiro disponível na conta. Agora, a fintech espera um posicionamento adicional da Caixa Econômica.

Por fim, o PicPay deu uma outra explicação em nota. Foi dito que devido a instabilidade do sistema do Caixa TEM, uma pequena parte das transações entre o aplicativos e o PicPay não é concluído.

Como transferir o dinheiro do auxilio

Para transferir o valor do auxílio será preciso gerar um boleto de depósito para sua conta Nubank e utilizar o aplicativo Caixa Tem para pagá-lo. Em um ou dois dias, você terá o valor disponível em sua conta Nubank e poderá sacar-lo.

Isto é possível, pois através do aplicativo Caixa Tem, o usuário está autorizado a realizar o pagamento de contas e boletos e ainda realizar compras.

Como gerar um boleto no app do Nubank?

Criar um boleto de depósito no Nubank é muito simples. Siga os passos abaixo:

  1. Ao abrir o aplicativo, basta abrir a tela da conta do Nubank ou tocar no botão “Depositar”, disponível nos atalhos, na parte inferior do aplicativo;
  2. Escolha a opção “Depositar por boleto”;
  3. O aplicativo irá perguntar qual o valor do boleto que você deseja gerar, que deve ser entre R$20 e R$15mil. Informe o valor que você deseja depositar na conta através do boleto e toque em “Confirmar”.

Pronto, o boleto foi criado e sua data de vencimento será sempre para o próximo dia útil após a data da criação. Importante: o boleto precisaria ser emitido em nome do titular da conta e só pode ser pago em benefício dele.

Antecipação no Mercado Pago, PicPay e PagSeguro

Nas demais plataformas como Mercado Pago, PicPay entre outras é possível fazer a antecipação através do cartão virtual criado dentro do app da Caixa.

Nesta transferência, o usuário deve usar o comando de “Adicionar dinheiro” ou “Cobrar” nos aplicativos de carteira digital. Automaticamente eles vão pedir os dados do cartão que será debitado, e o valor.

Escolha a quantia da operação, e informe os dados do cartão virtual gerado no Caixa TEM. O código de segurança é atualizado a cada nova operação por segurança.

Auxílio de R$600 pode ser sacado na lotérica e caixa eletrônico; saiba as regras
Auxilio emergencial (Foto: Google)

Vale a pena transferir os valores?

Agora que você já sabe como transferir os valores será que vale a pena transferir os valores do auxílio? Depende de sua situação.

Se você está precisando ter acesso ao valor em espécie com urgência, a transferência é recomendada já que em no máximo dois dias você terá acesso a ele. Porém se você não tem nenhuma despesa ou emergência e puder esperar a data determinada pela Caixa, é melhor.

Lembre-se que o valor do auxílio deve ser pensado primordialmente como uma ajuda para o pagamento de contas e despesas indispensáveis.

Como não sabemos como serão os próximos meses, poupar o máximo possível este dinheiro é uma boa dica para uma possível emergência num futuro próximo. O dinheiro na mão é mais fácil de ser gasto com compras supérfluas e que podem esperar um momento mais oportuno.

Paulo Henrique Oliveira, formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo, atua como do redator do portal FDR produzindo matérias sobre economia em geral e também como repórter do site Aparato do Entretenimento cobrindo o mundo da TV e das artes.