PONTOS CHAVES

  • Prova de vida do INSS passa por modificações 
  • Instituto altera regras dos benefícios mediante a pandemia
  • Solicitações passaram a ser feitas através do site

Serviços do INSS, como a prova de vida, são readaptados mediante a crise do novo coronavírusCom a chegada da pandemia em todo o território nacional, as unidades físicas do Instituto Nacional do Seguro Social precisaram fechar as portas. A decisão foi tomada para evitar que os aposentados e pensionistas corressem o risco de contaminação com o Covid-19. 

publicidade
Prova de vida do INSS está sendo feita? Tire todas as suas dúvidas sobre o processo! (Imagem: Reprodução - Google)
Prova de vida do INSS está sendo feita? Tire todas as suas dúvidas sobre o processo! (Imagem: Reprodução – Google)
publicidade

Diante deste cenário, a administração realizou uma série de alterações em seus serviços, fazendo com que grande parte passasse a ser online e outros ficassem suspensos. 

A prova de vida é uma das atividades exigidas pelo INSS para que seus beneficiários atualizem seus dados anualmente. Para poder terem acesso aos seus salários e pensões, os cidadãos devem ir, nos meses de seus aniversários, até uma agência bancária ou unidade do instituto apresentando um documento oficial com foto.  

Aqueles que não seguirem tais determinações e ficarem com os registros desatualizados, ficam impossibilitados de receberem os pagamentos.

No entanto, com a necessidade do isolamento social, a prova de vida foi suspensa temporariamente. Dessa forma, até o fim do ano, os aposentados e pensionistas não precisaram comparecer presencialmente para cumprir a exigência.  

De acordo com o decreto publicado pela administração do INSS, os pagamentos permanecerão sendo feitos, mesmo para quem estiver com a prova de vida em atraso.

Segundo os representantes do órgão, obriga-los a se descolarem até uma agência bancária, onde estão sendo feitos uma série de pagamentos do governo, seria colocar os segurados em zona de risco o que geraria uma crise sanitária.  

Auxílio doença online 

Com a pandemia, foi preciso alterar também o funcionamento de outros benefícios. No caso do auxílio doença, por exemplo, os beneficiários devem agora enviar seus laudos médicos através do site do instituto.  

Para isso, basta ir até um médico privado ou público de interesse do cidadão e nele solicitar um atestado que comprove seu quadro clinico.

Com o documento em mãos, o próximo passo é acessar o site do INSS, ir até a parte de análise de benefícios, selecionar o auxílio doença e anexar o documento junto com o pedido.  

O procedimento deve ser feito por meio da digitalização do atestado que pode também ser enviado por e-mail.  

Prova de vida do INSS está sendo feita? Tire todas as suas dúvidas sobre o processo! (Imagem: Reprodução – Google)

Pagamentos modificados  

Já para receber os valores de suas pensões e salários, os cidadãos devem ir até as agências bancárias de sua titularidade ou então conferir as transações por meio dos aplicativos das instituições financeiras.  

Com a crise do novo coronavírus, o instituto decretou que os pagamentos não podem ser suspensos até o fim de calamidade pública. Além disso, para quem solicitar o auxílio doença, os valores estão sendo antecipados em três meses, mesmo sem a renovação dos exames.  

Reabertura das unidades do INSS 

Sobre as datas de reabertura, a administração previa um retorno para o dia 13 de julho. No entanto, nesta semana foi informado que a retomada só poderá ser feita a partir do mês de agosto.  

Segundo a gestão, o decreto deve proporcionar mais tempo para que sejam levantados recursos financeiros para custear os equipamentos de segurança individual dos servidores.

Além disso, as agências precisarão passar por uma série de readaptações fornecendo álcool em gel, distanciamento entre as guias de atendimento e mais.  

Para poder comparecerem presencialmente, os segurados deverão ainda fazer seus agendamentos, também pelo site do instituto.

O procedimento consistirá em consultar o calendário disponível, informar dia, horário e local onde deseja ser atendido e antecipar a modalidade que desejará resolver.  

Pagamento do 14º salário  

Ainda como efeito da pandemia, o governo federal está estudando uma proposta que deverá permitir que os aposentados e pensionistas tenham acesso a um 14º salárioO valor extra, normalmente pago no segundo semestre, foi antecipado entre abril e maio.  

No entanto, com a permanência da doença, a justificativa do projeto diz que no fim do ano os segurados ficarão sem recursos. Por isso, a ideia de criar um novo abono. 

Maria Eduarda Andrade é mestranda em ciências da linguagem na Universidade Católica de Pernambuco e formada em Jornalismo pela mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguagens. No mercado de trabalho, já passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de ter assessorado marcas nacionais como a Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR.