Nubank e PicPay admitem desconto indevido da conta dos clientes; quem paga pelo erro?

Para não precisar aguardar até a data da liberação, centenas de usuários do PicPay e Nubank, decidiram transferir os valores do auxilio emergencial das contas poupança digitais da Caixa Econômica para as contas destas fintechs. Porém, muitas destas pessoas relataram que o dinheiro transferido “sumiu” das contas após a operação.

Nubank e PicPay admitem desconto indevido da conta dos clientes; quem paga pelo erro?
Nubank e PicPay admitem desconto indevido da conta dos clientes; quem paga pelo erro? (Imagem Google)

Segundo o Nubank, o problema aconteceu devido a uma falha no sistema da Caixa Econômica Federal. O PicPay por sua vez, culpou o aplicativo Caixa Tem pelas instabilidades ocorridas nas operações.

Como forma de evitar aglomerações em agências, a Caixa decidiu que primeiramente os valores do auxilio serão depositados na conta poupança digital do banco e só poderão ser movimentados através do Caixa Tem para o pagamentos de contas, boletos e também para compras com o cartão de débito virtual.

Como a liberação dos valores em dinheiro leva mais tempo, pois depende de calendário específico, os beneficiários decidiram transferir os valores para suas contas do Nubank ou PicPay através da emissão de um boleto no nome do usuário. Desta forma em no máximo dois dias, o dinheiro pode ser sacado destas contas.

O Nubank disse que parte dos clientes que fez o pagamento de boletos através da Caixa Econômica Federal teria recebido em sua conta digital uma quantia superior ao correto. Informado pela CEF a respeito do erro, o Nubank afirma que comunicou os clientes e estornou os valores de volta à própria Caixa.

Em meio a incontáveis reclamações, o Nubank decidiu suspender a devolução à Caixa e retornou os valores para seus clientes que já teriam tido seu dinheiro disponível na conta. Agora, a fintech espera um posicionamento adicional da Caixa Econômica.

Por fim, o PicPay deu uma outra explicação em nota. Foi dito que devido a instabilidade do sistema do Caixa TEM, uma pequena parte das transações entre o aplicativos e o PicPay não é concluído.

“Nesses casos, o usuário deve fazer nova tentativa. Se a Caixa tiver debitado o valor utilizado para a transferência, o estorno deverá ser realizado pelo próprio banco”, informou a empresa na nota divulgada.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Paulo Amorim
Paulo Henrique Oliveira, formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo, atua como do redator do portal FDR produzindo matérias sobre economia em geral e também como repórter do site Aparato do Entretenimento cobrindo o mundo da TV e das artes.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA