Mastercard cria regra adaptável ao BC para liberar pagamentos no WhatsApp

Uma dos maiores pontos levantados nos últimos dias é a liberação de pagamentos através do Whatsapp. A funcionalidade foi divulgada, até marcada data de lançamento, porém teve suspensão de operação regulamentada pelo BC.

Mastercard cria regra adaptável ao BC para liberar pagamentos no WhatsApp (Reprodução/Internet)
Mastercard cria regra adaptável ao BC para liberar pagamentos no WhatsApp (Reprodução/Internet)

Para garantir o repasse, a Mastercard e a Visa entraram com ação de protocolo no Banco Central (BC) afim de tentar viabilizar o pagamento através do app de mensagens no Brasil.

Segundo eles, a diferença dessa tentativa da anterior é que as bandeiras de crédito agora criaram um arranjo de transferência dentro do modelo de pagamento. Com isto, aumentam as chances de aprovação da funcionalidade.

O texto detalha que a dinâmica de pagamentos agora funcionará da seguinte forma: o aplicativo solicita o token (uma sequência de números) para a Cielo dar entrada na transação que é passada pelas bandeiras.

Para agilizar o processo do envio, a partir de agora, será implementada a tecnologia do Mastercard Send, no qual permite o envio rápido e seguro de fundos, e a do Mastercard Digital Enablement Service (MDES), que faz a utilização do token.

Já na Visa, será usada a tecnologia Visa Direct, que oferece a transferência de dinheiro de uma credencial de pagamento para outra. “Acreditamos que essa seja a maneira mais direta e eficaz de avançar com o projeto”, destaca a Mastercard em nota.

Ainda segundo a empresa, há uma confiança que com as soluções apresentadas este novo modelo estabelecerá um maior nível de segurança e não discriminação entre os participantes do arranjo pagamento, endereçando as preocupações do regulador.

Pagamentos pelo Whatsapp

A utilização é simples e permitirá que o usuário transfira valores utilizando o saldo do cartão de crédito. É limitada uma transferência de R$ 1 mil por pessoa. A medida é válida para os usuários padrões – pessoas físicas.

Já os que possuem uma empresa e gerenciam o seu contato com o cliente através da plataforma, devem usar o Whatsapp Bussines, no qual pode ser um intermédio de pagamento para seus produtos e serviços.

Uma das diferenças é que para o uso não comercial as transações são gratuitas, já para os que são de contas de lojas e outros fins será necessária que a empresa realize o pagamento de uma taxa de 3,99% por transação.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

REDAÇÃO
Cobertura e repercussão de assuntos que impactam o bolso de todos os brasileiros. A redação do FDR.com.br traz diariamente assuntos relevantes de uma forma descomplicada e confiável.