Natal-RN reabre comércio de rua com movimentação expressiva

Natal é mais uma capital brasileira que começou a por em prática seu plano de retomada da economia na última terça, 30. No primeiro dia da volta da atividade econômica, as ruas da capital do Rio Grande do Norte ficaram movimentadas.

Natal-RN reabre comércio de rua com movimentação nas ruas
Natal-RN reabre comércio de rua com movimentação nas ruas (Foto: Google)

Natal dividiu em duas fases a reabertura do comércio considerado não essencial e as lojas precisam seguir várias medidas de segurança e higiene, como por exemplo, a obrigatoriedade do uso de máscara, fornecimento de álcool em gel para todos os clientes e controle da entrada de pessoas nas dependências para que o distanciamento social possa ser respeitado. Todas as medidas são para conter o coronavírus.

Foi autorizado o funcionamento de estabelecimentos com até 300m² e com “porta para a rua”, agências, bancas, lojas de roupa e salões de beleza. A cidade teve alguns pontos de lentidão no trânsito e os ônibus estavam mais cheios.

No bairro do Alecrim, onde se localiza o maior centro de compras de Natal, clientes se aglomeraram em filas formadas nas calçadas e nas entradas das lojas.

Para fiscalizar o funcionamento das lojas e as regras de proteção como uso de máscaras, uma equipe da Policia Militar foi deslocada para Alecrim. O camelódromo, uma das marcas do comércio de rua da capital, não pode funcionar pois se enquadra na categoria “galeria” que só pode voltar a funcionar na próxima terça-feira, 7.

Retorno das atividades econômicas no RN

Para que o comércio pudesse retomar suas atividades no Rio Grande do Norte, um protocolo específico de segurança foi colocado como regra. Entre estas regras estão o número de ocupação dos leitos de UTI que precisa estar menor que 70%.

De início, a data marcada para reabertura de alguns comércios foi 17 de junho, porém a data foi adiada para 24 de junho, pois na ocasião o Estado contava com 99% dos leitos ocupados. Em 24 de junho, novamente a ocupação de leitos estava acima de 70% e a reabertura do comércio foi novamente adiada para 1º de julho.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Paulo Amorim
Paulo Henrique Oliveira é formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo. Atua como redator do portal FDR, onde já cumula vasta experiência e pesquisas, produzindo matérias sobre economia, finanças e investimentos.