Lockdown em Curitiba: Grupo de empresários se unem para pedir isolamento na cidade

Com a pandemia do novo coronavírus, diversas medidas tiveram que ser adotadas para achatar a curva de contaminação, entre elas a de fechamento de comércio e redução na circulação de pessoas nas ruas. Porém, algumas cidades já estão realizando o processo de flexibilização com a abertura do comércio. Em oposição, um grupo de empresários se reuniram para tentar impedir que as medidas de reabertura sejam implementadas e haja lockdown em Curitiba.

Lockdown em Curitiba: Grupo de empresários se únem para pedir isolamento na cidade (Reprodução/Internet)
Lockdown em Curitiba: Grupo de empresários se unem para pedir isolamento na cidade (Reprodução/Internet)

O Movimento Fechados pela Vida é composto por quase 200 pequenos empresários do comércio do setor de gastronomia, entretenimento, bares, salões e lojas. Este grupo teve a iniciativa de coletar assinatura para pressionar as autoridades na realização de um plano mais restrito no comércio.

A medida do lockdown é uma estratégia adotada para tentar barrar a propagação do coronavírus de forma mais rígida, com rodízio de veículos, restrições de circulação e aplicação de multas para quem descumprir as regras estabelecidas.

Em nota, o grupo detalhou que em duas horas de atividade já foram coletadas 650 assinaturas. Já com nova atualização, na última quinta-feira (18) o número estava em 6.261. Agora, eles esperam coletar mais de 7,5 mil.

A coleta de assinaturas está sendo realizada pela plataforma online Change.org. Segundo o texto publicado na página, os solicitantes pedem que a prefeitura da cidade de Curitiba decrete o lockdown antes que sistema de saúde entre em colapso.

Ainda no texto pontuado, o grupo argumenta de forma enfática sobre as posições contrárias que a prefeitura está tomando. Como a liberação, no dia 17 de maio, de estabelecimentos de grande fluxo, a exemplo dos shoppings e igrejas ganharam aval para abertura.

Além deste ponto, detalham que em 16 de junho, Curitiba estava com 85% da capacidade total de leitos para covid-19 ocupadas. Segundo organizadores, intenção é coletar o maior número possível de assinaturas antes de sexta-feira, 19 de junho.

Expectativa é apresentar para os órgãos da prefeitura que competem neste processo. O pedido de assinatura do lockdown em Curitiba também está sendo direcionado às pequenas empresas que são as mais afetadas, e as que menos receberam ajuda financeira.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

REDAÇÃO
Cobertura e repercussão de assuntos que impactam o bolso de todos os brasileiros. A redação do FDR.com.br traz diariamente assuntos relevantes de uma forma descomplicada e confiável.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA