Pernambuco libera volta de cultos religiosos em nova flexibilização

O governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), anunciou na manhã desta quarta-feira (17) que a partir da próxima segunda-feira (22), as igrejas e templos religiosos poderão reabrir de forma gradual. Os locais estão fechados desde o mês de março devido a quarentena.

Pernambuco libera volta de cultos religiosos em nova flexibilização
Pernambuco libera volta de cultos religiosos em nova flexibilização (Foto:Google)

De acordo com o governo de Pernambuco, essa medida faz parte do Plano de Convivência com a Covid-19 e não tem validade para cerca de 85 municípios do Agreste e da Zona da Mata do Estado, que não avançaram na retomada de suas atividades econômicas. Isso, pois, não apresentaram uma estabilização nos números com relação ao coronavírus. 

Os espaços só podem reabrir, seguindo um protocolo com medidas preventivas, com limite de 30% da capacidade de público e com o intervalo de no mínimo três horas entre as celebrações. O intuito é evitar as aglomerações, e também poder ser realizada a higienização correta do ambiente.

O poder executivo determinou a disponibilização de cadeias e de bancos de uso individualizado, isso deve ser igual ao número máximo de participantes autorizados para o local. 

Aqueles templos que possuem banco coletivo, devem reorganizar e demarcar onde cada cidadão deve se sentar, para garantir o afastamento que é recomendado.

Uma outra regra que deve ser seguida é o controle de fluxo de entrada e saída de pessoas. Caso sejam formadas filas, devem demarcar o distanciamento mínimo. 

Se houver possibilidade, as portas de entrada devem ser diferente das de saída. Antes, durante e depois das celebrações religiosas é preciso evitar dar as mãos, beijos e abraços.

Além disso é necessário seguir as medidas de proteção determinadas pelo governo. Como o uso da máscara durante todo o período que estiverem fora de suas residências, mantendo seu uso durante as celebrações. 

Os templos devem disponibilizar acesso fácil a pias providas com água corrente, sabonete líquido, toalhas descartáveis, sempre que possível e álcool 70% em todos os acessos.

Os grupos de risco (idosos maiores de 60 anos, gestantes e pessoas com comorbidades) devem permanecer em casa e acompanhar as celebrações por meios dos canais comunicação como rádio, televisão, internet, entre outros recursos.

As crianças menores de 10 anos devem permanecer em casa, mesmo que existam espaços destinados à recreação, como espaço kids, brinquedotecas e similares, uma vez que esses devem permanecer fechados. 

Nas congregações, onde é celebrada a ceia, com partilha de pão e vinho, ou celebração de comunhão, os líderes religiosos e o público devem higienizar as mãos antes de realizar a partilha. As pessoas devem respeitar o distanciamento aconselhado, e a comunhão será dada nas mãos, com a devida reverência.

Você gostou deste conteúdo? AVALIE:

Avaliação média: 0
Total de Votos: 0

Pernambuco libera volta de cultos religiosos em nova flexibilização

Jheniffer Freitas
Jheniffer Aparecida Corrêa Freitas é formada em Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes. Atuou como assessora de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo e da Secretarial Estadual da Saúde de São Paulo. Atualmente, é redatora do portal FDR, produzindo pautas sobre economia popular e finanças.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA