Veja Também | FDR.TV


 

Crescimento da taxa de mortalidade por covid-19 no estado do Pará, faz com que o governo municipal reforce o isolamento social. Nesse sábado (16), foi publicado o decreto de número 729/2020 determinando a aplicação do lockdown em mais sete municípios da região. Até o dia 24 de maio, as cidades de Cametá, Canaã dos Carajás, Parauapebas, Marabá, Santarém, Abaetetuba e Capanemterão a suspensão total de suas atividades não essenciais, sob a aplicação de multa em caso de descumprimento.  

Pará amplia lockdown em mais sete cidades e isolamento se torna severo (Imagem: Reprodução - Google)
Pará amplia lockdown em mais sete cidades e isolamento se torna severo (Imagem: Reprodução – Google)
publicidade

De acordo com os gestores, a decisão foi tomada após a comprovação de um alto índice de contágio nas últimas semanas. Mesmo com outras cidades em isolamento, os locais sinalizados no decreto registraram estar com 50% a mais de doentes em comparação ao estado como um todo.  

Até o momento, são 17 cidades em regime restritivo, sendo elas:  Belém, Ananindeua, Marituba, Benevides, Castanhal, Santa Isabel do Pará, Santa Bárbara do Pará, Breves, Vigia, Santo Antônio do Tauá, Cametá, Canaã dos Carajás, Parauapebas, Marabá, Santarém, Abaetetuba e Capanema.

Fiscalização e multas 

Até esta terça-feira (19), a fiscalização nos novos municípios acontecerá de forma educativa. Aqueles que descumprirem o decreto serão convidados a voltarem para suas casas ou fecharem seus estabelecimentos.

No entanto, a partir desta quarta-feira (20), as multas passarão a ser aplicadas com valores que variam entre R$ 150 (pessoa física) e R$ 50 mil (pessoa jurídica).  

“O objetivo é garantir que a população saia de casa somente para ter acesso a serviços essenciais. Assim como já está sendo feito nos dez primeiros municípios que foram incluídos no decreto, o atendimento à saúde continuará funcionando, além de supermercados, farmácias, feiras, bancos e outros estabelecimentos considerados essenciais, de acordo com a lista disponibilizada no decreto”, explicou o procurador-geral do Estado, Ricardo Sefer. 

Isenções de isolamento no Pará

No entanto, há alguns pontos que precisam ser levados em consideração. Para crianças que possuem a guarda compartilhada, seus genitores poderão circular uma vez por semana para poder levar e buscar os menores. Nesse caso, será preciso apresentar um documento que comprove a divisão entre os pais.  

Outra liberação no estado do Pará também foi concedida para os serviços de delivery no setor de alimentos. Produtos naturais, industrializados ou comida prontas poderão continuar sendo enviados 24h por dia, sem restrição.

O mesmo se aplicará na área de farmácia, com medicamentos, produtos de higiene pessoal e limpeza.  

COMENTÁRIOS

Maria Eduarda Andrade, mestranda em ciências da linguagem na Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo pela mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguagens. No mercado de trabalho, já passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de ter assessorado marcas nacionais como a Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR.