Prova de vida INSS: Como funciona? Quando é preciso fazer? O que levar?

Se você é um beneficiário, tutor ou curador de um dos benefícios ofertados pelo INSS, é preciso saber que a prova de vida é obrigatória e precisa ser feita todo ano pra evitar o bloqueio de pagamentos do INSS. Entenda a importância do procedimento e conheça o calendário da prova de vida INSS.

Prova de vida INSS: Como funciona? Quando é preciso fazer? O que levar?
Prova de vida INSS: Como funciona? Quando é preciso fazer? O que levar? (Imagem: Montagem FDR)

Para que serve a prova de vida INSS?

Como instrumento de proteção à seguridade social, o INSS, tem como objetivo levar os recursos da previdência para a população que precisa e se enquadra nos requisitos para o recebimento.

Para isso, o INSS tem diversos procedimentos para garantir que os benefícios cheguem até aqueles que realmente precisam, evitando o enriquecimento ilícito de fraudadores e golpistas.

Entre os procedimentos adotados está a prova de vida INSS. Desde 2012, a previdência exige que os beneficiários compareçam a cada ano nas instituições bancárias onde recebem o salário mensalmente.

Prova de vida do INSS: Como funciona? Quando é preciso fazer e o que levar?
Prova de vida do INSS: Como funciona? Quando é preciso fazer e o que levar?

Além de evitar que familiares continuem recebendo o benefício de pessoas que já faleceram, essa medida também evita outros golpes em que criminosos recebem os pagamentos em nome do beneficiário.

Quem precisa fazer a prova de vida?

Segundo as regras da previdência, todos os aposentados e pensionistas do INSS, que recebem o benefício há um ano ou mais, devem fazer a prova de vida.

O procedimento vale para todos os tipos de beneficiários, que recebem o seu pagamento via conta corrente, poupança ou cartão magnético.

Quando fazer a prova de vida do INSS?

Segundo a rotina do INSS, a prova de vida deve ser feita uma vez a cada 12 meses. O calendário para realizar o procedimento pode variar de acordo com o banco que realiza os pagamentos.

A contagem de 12 meses pode levar em conta o aniversário do beneficiário ou do benefício, ou seja, para quem faz aniversário em janeiro e começou a receber o benefício em um mês de julho, pode ser convocado em algum desses dois meses, isso depende do banco onde recebe.

É importante lembrar que beneficiários há mais de 12 meses sem realizar a prova de vida, têm o seu benefício bloqueado e só podem realizar o saque após fazerem o procedimento em seu banco.

Após o bloqueio por falta da prova de vida, os pagamentos são bloqueados por até 6 meses, se o beneficiário não se regularizar nesse período, o benefício é cessado.

Quem recebe 2 benefícios, como Pensão por Morte + Aposentadoria, precisa fazer a prova de vida para cada um deles.

Como fazer a prova de vida INSS? (Passo a Passo)

Para realizar a prova de vida, o beneficiário deve ir pessoalmente até à agência bancária onde recebe seus pagamentos e apresentar um documento de identificação original com foto, podendo ser:

  • Carteira de identidade (RG)
  • Carteira de trabalho
  • CNH

Alguns bancos já permitem a biometria nos caixas de autoatendimento! Aqueles que não puderem ir à agência, por motivos de doença ou dificuldade de locomoção, podem fazer a prova de vida por meio de procurador, desde que devidamente cadastrado no INSS.

O passo a passo para agendar prova de vida domiciliar ou hospitalar pelo aplicativo ou siteMeu INSS“.

  • O beneficiário deve clicar na opção ‘Agendamentos/Requerimentos’
  • Clicar em ‘Novo Requerimento’ e digitar na busca ‘prova de vida’; o resultado mostrará a opção ‘Realizar Prova de Vida (situação excepcional – atendimento presencial’
  • Escolha a opção mais adequada (dificuldade de locomoção ou maior de 80 anos) quando for o caso
  • Confirmar data de agendamento e aguardar o dia!

Você gostou deste conteúdo? AVALIE:

Avaliação média: 4.6
Total de Votos: 35

Prova de vida INSS: Como funciona? Quando é preciso fazer? O que levar?

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Sandro Messa
Sandro Messa possui bacharelado em Ciências e Humanidades e Ciências Econômicas pela Universidade Federal do ABC (UFABC). No mercado de trabalho, tem passagem pelo Banco Mercantil do Brasil, como gerente de relacionamento. Atuou também como assessor de investimentos no Itaú Personnalité e na XP Investimentos. Atualmente, trabalha como Consultor Financeiro e dedica-se à redação do portal FDR.