Lula anuncia HOJE (08/03) liberação de renda para IDOSOS

O presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, anunciou nesta sexta-feira, 8 de março, a liberação de uma importante renda para os idosos. Os valores, inclusive, já têm uma previsão para serem depositados nas contas bancárias deste público.

Lula anuncia HOJE (08/03) liberação de renda para IDOSOS. Imagem:Jeane de Oliveira/FDR

Em 2024, idosos que recebem aposentadoria ou pensão do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) aguardam uma reformulação no pagamento do tão esperado 13º salário. Essa renda, tradicionalmente destinada aos trabalhadores e aposentados, está passando por alterações.

Em consonância com as novas diretrizes estabelecidas pelo presidente Lula, através do Instituto Nacional do Seguro Social, gera a expectativa de que o pagamento do 13º salário aos idosos ocorra no segundo semestre deste ano.

A liberação desta renda marcará uma mudança em relação ao calendário anterior, quando o Governo Federal antecipou os pagamentos para os meses de maio e junho. Confira abaixo, quais idosos podem ter acesso a esta renda e como funcionará o novo modelo de pagamento.

Quais idosos podem receber o 13º salário do INSS?

O 13º salário do INSS é direcionado a aposentados, pensionistas e demais segurados que receberam algum tipo de benefício previdenciário. A exceção fica por conta dos cidadãos contemplados pelo Benefício de Prestação Continuada (BPC) e Renda Mensal Vitalícia (RMV).

Em 2024, têm direito ao 13º salário os segurados e dependentes da Previdência Social que receberam:

  • Auxílio por incapacidade temporária;

  • Auxílio-acidente;

  • Aposentadoria;

  • Pensão por morte;

  • Auxílio-reclusão.

Formato de pagamento do 13º salário para idosos do INSS

  • O 13º salário será pago sempre em duas parcelas;

  • A primeira parcela será em agosto e a segunda em novembro;

  • Na primeira parcela serão pagos 50% do valor do benefício e na segunda o restante.

  • Datas de pagamento com base nas informações do Decreto 10.410, assim como pelo calendário de pagamentos do benefício mensal de 2023 já ter sido divulgado, já é possível identificar as datas de pagamento do 13º salário em 2023.

Calendário do 13º salário para idosos do INSS em 2024

Primeira parcela

Para quem recebe um salário mínimo 

  • Benefício final 1 – 26 de agosto;

  • Benefício final 2 – 27 de agosto;

  • Benefício final 3 – 28 de agosto;

  • Benefício final 4 – 29 de agosto;

  • Benefício final 5 – 30 de agosto;

  • Benefício final 6 – 02 de setembro;

  • Benefício final 7 – 03 de setembro;

  • Benefício final 8 – 04 de setembro;

  • Benefício final 9 – 05 de setembro;

  • Benefício final 0 – 06 de setembro.

Para quem recebe até o teto do INSS

  • Benefício final 1 e 6 – 02 de setembro;

  • Benefício final 2 e 7 – 03 de setembro;

  • Benefício final 3 e 8 – 04 de setembro;

  • Benefício final 4 e 9 – 05 de setembro;

  • Benefício final 5 e 0 – 06 de setembro.

Segunda parcela

Para quem recebe um salário mínimo 

  • Benefício final 1 – 25 de novembro;

  • Benefício final 2 – 26 de novembro;

  • Benefício final 3 – 27 de novembro;

  • Benefício final 4 – 28 de novembro;

  • Benefício final 5 – 29 de novembro;

  • Benefício final 6 – 02 de dezembro;

  • Benefício final 7 – 03 de dezembro;

  • Benefício final 8 – 04 de dezembro;

  • Benefício final 9 – 05 de dezembro;

  • Benefício final 0 – 06 de dezembro.

Para quem recebe até o teto do INSS

  • Benefício final 1 e 6 – 02 de dezembro;

  • Benefício final 2 e 7 – 03 de dezembro;

  • Benefício final 3 e 8 – 04 de dezembro;

  • Benefício final 4 e 9 – 05 de dezembro;

  • Benefício final 5 e 0 – 06 de dezembro.

Entre na comunidade do FDR e receba informações gratuitas no seu Whatsapp!

Laura Alvarenga
Laura Alvarenga é graduada em Jornalismo pelo Centro Universitário do Triângulo em Uberlândia - MG. Iniciou a carreira na área de assessoria de comunicação, passou alguns anos trabalhando em pequenos jornais impressos locais e agora se empenha na carreira do jornalismo online através do portal FDR, onde pesquisa e produz conteúdo sobre economia, direitos sociais e finanças.