Milhares de cadastros são removidos do Bolsa Família; veja o que fazer

O governo federal confirmou a exclusão de 1,7 milhão de inscritos no Bolsa Família após a revisão de dados do Cadastro Único. Confira abaixo como manter os seus pagamentos em dia.

Valor do Bolsa Família em fevereiro: veja como a soma dos bônus aumenta a sua renda
Milhares de cadastros são removidos do Bolsa Família; veja o que fazer (Imagem: FDR)

Ao iniciar a revisão dos dados, o governo concentrou-se em famílias unipessoais, compostas por uma única pessoa. O motivo foi o aumento significativo dessas famílias no Bolsa Família, passando de 1,84 milhão em 2028 para 5,88 milhões em 2022. No último ano, foram excluídas do programa 1,7 milhão dessas famílias que recebiam o benefício de maneira fraudulenta.

A exclusão baseou-se no limite de renda e na identificação de membros não informados no Cadastro Único. O TCU alertou para casos de desmembramento de famílias, visando permitir que mais de uma pessoa do mesmo grupo recebesse o auxílio.

Regras para famílias unipessoais no Bolsa Família

Apesar da exclusão em massa, pessoas que moram sozinhas não são impedidas de receber o Bolsa Família. O Ministério do Desenvolvimento Social destaca que elas podem ser beneficiadas se atenderem aos critérios, incluindo estar no Cadastro Único, ter renda de até R$ 218 por mês, e respeitar o limite de 16% de famílias unipessoais por município.

O Ministério do Desenvolvimento e Assistência Social anunciou a revisão de dados para mais de sete milhões de beneficiários do Bolsa Família. Essa ação visa atualizar cadastros, especialmente daqueles inscritos entre 2019 e 2021, buscando informações cruciais no Cadastro Único, como composição familiar e renda.

FIM DO BOLSA FAMÍLIA É CONFIRMADO PELO GOVERNO: VEJA QUEM VAI DEIXAR DE RECEBER!

Como evitar os bloqueios do Bolsa Família

Beneficiários com irregularidades serão notificados pelo aplicativo do Bolsa Família ou pela Caixa Econômica Federal. Para evitar bloqueios, é preciso realizar a atualização cadastral online, acessando o site da Receita Federal ou usando o aplicativo do CadÚnico. Veja o passo a passo:

Regularizar o CPF online:

  1. Acesse o site da Receita Federal;
  2. Clique em “Meu CPF”;
  3. Em “Atualizar CPF”;
  4. Selecione “Regularizar CPF”.

Atualizar o CadÚnico:

  1. Abra o aplicativo do CadÚnico;
  2. Faça login usando CPF e senha;
  3. Toque em “Atualização cadastral por confirmação”;
  4. Selecione “Endereço da Família” ou “Composição Familiar”;
  5. Confirme as informações.

A revisão do Bolsa Família é uma medida importante para assegurar a conformidade com os requisitos e evitar interrupções nos pagamentos. Fique atento às notificações e atualize seus dados para garantir o acesso aos programas sociais.

Ariel França
Jornalista especializado em Direito Administrativo, Gestão Pública e Administração Geral. Possui mais de uma década de experiência em produção de conteúdo para a internet.
Sair da versão mobile