Idosos ganham programa de moradia popular exclusivo

Foi criado, dentro de um programa de moradia popular já existente, a modalidade Viver Mais. Por meio dela, os idosos poderão se beneficiar com um imóvel construído em condomínio pensado justamente em moradores dessa faixa etária. Eles pagarão por mês até 15% do salário mínimo federal.

Idosos ganham programa de moradia popular exclusivo
Idosos ganham programa de moradia popular exclusivo (Imagem: FDR)

A modalidade Viver Mais faz parte do programa Casa Fácil Paraná, liderado pelo governo do estado do Paraná. Por meio dele, a proposta é oferecer moradia popular com baixo custo para pessoas que vivem em situação de vulnerabilidade. Ente elas, os idosos que possuem salários baixos.

Como funciona o programa de moradia popular dos idosos?

Na modalidade Viver Mais, os idosos que se inscrevem têm a chance de morar em uma casa construída pelo governo do estado do Paraná. A execução das obras de moradia popular é realizada por construtoras contratadas pela Cohapar (Companhia de Habitação do Paraná).

Funciona assim:

  • O idoso se inscreve para conseguir um imóvel;
  • Ele paga mensalmente até 15% do valor do salário mínimo (R$ 211,80 em 2024);
  • O imóvel, porém, não é comprado, mas sim alugado;
  • Caso queira sair da casa para morar em outro lugar, ou tenha conseguido melhorar sua situação financeira, o idoso tem a licença para deixar o imóvel;
  • Sobrando imóveis, mais pessoas são alcançadas.

“Eu fiquei sozinho, então achei melhor vir. (…) morava pagando aluguel, era R$ 600, mais a água e a luz. Acho que nunca ia morar numa casa boa assim. Me sinto muito bem cuidado, a vizinhança é boa, convivo com outros, de noite a gente dorme quieto, foi uma benção. Eu gosto de morar aqui”, declarou Irineu Wortigoski, de 77 anos para Agência de Notícias do estado.

Quem pode alugar um imóvel no Viver Mais?

Para que a pessoa idosa se beneficie no programa de moradia popular do estado, e consiga alugar um imóvel no Viver Mais, é necessário atender aos critérios. Poderão se candidatar para residir nos condomínios feitos para esse público, aqueles que:

  • Pessoas sozinhas ou casais com idade superior a 60 anos;
  • Quem tem renda mensal de um a seis salários mínimos;
  • Moradores que não possuam imóvel em sua propriedade, ou seja, não sejam donos de nenhum outro imóvel.

A Cohapar também realiza a análise socioeconômica e consulta de cadastros negativos.

Inscrições moradia popular Viver Mais

As inscrições de moradia popular do Viver Mais são feitas de forma online. Ao preencher a ficha de cadastro o cidadão fica aguardando a disponibilidade de vaga na cidade que mora. Havendo imóveis vagos o idoso é chamado para apresentação de documento e pode se apropriar da casa.

  • Acesse o site do Viver Mais no Cohapar;
  • Clique em “Inscrição”;
  • Leia o termo de uso e concorde. Em seguida selecione o seu município e “Novo cadastro”;
  • Preencha a ficha cadastral que incluí: informações do responsável familiar, informações do cônjuge, composição familiar, condição de moradia e conclusão.

Lila Cunha
Autora é jornalista e atua na profissão desde 2013. Apaixonada pela área de comunicação e do universo audiovisual. Suas redes sociais são: @liilacunhaa, e-mail: [email protected]