Volta do pagamento do Imposto de Renda para quem ganha até dois salários mínimos? Entenda

O salário mínimo de 2024 aumentou e, com isso, reajustes acontecem como compensação aos brasileiros pela inflação. Com o cenário, mais pessoas tendem a pagar Imposto de Renda à Receita Federal. É o que defende a Unafisco, empresa de auditores fiscais. Entenda o que está em jogo.

Volta do pagamento do Imposto de Renda pra quem ganha até dois salários mínimos? Entenda
Volta do pagamento do Imposto de Renda pra quem ganha até dois salários mínimos? Entenda. Imagem: FDR

Com a correção de 10,16% no salário mínimo, os rendimentos de quem ganha dois salários passou de R$ 2.640, em 2023, para R$ 2.824, neste ano. O novo cenário “pune” quem recebe menos, acredita o presidente da Unafisco, Mauro Silva. Para equilibrar, a atualização da tabela é defendida.

Mais de 33 milhões de pessoas que recebem até R$ 4.942,29 por mês ficariam isentas do Imposto de Renda em 2025 caso a tabela fosse corrigida integralmente pela inflação, segundo cálculos da Unafisco.

Aumento de salário e cobrança do Imposto de Renda

Em 2023, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) propôs que houvesse mudança na faixa de isenção do Imposto de Renda. E assim aconteceu, o limite que até então era de R$ 1.903,98 passou a ser de R$ 2.112 com parcela bônus de isenção de R$ 528.

Com isso, quem ganhava até R$ 2.640, equivalente a dois salários mínimos de 2023, ficariam isentos do imposto. Em 2024, porém, o salário mínimo mudou e a partir disso novas pessoas começarão a pagar, ou voltarão a ser tributadas pelo imposto.

  • Em 2023: quem ganhava até dois salários mínimos da época (R$ 2.640) ficou isento;
  • Em 2024: quem ganhar até R$ 2.640 ficará isento, mais a soma de 2 salários mínimos é de R$ 2.824.
  • Ou seja, quem ganhar dois salários já não fica mais isento da cobrança.

Quanto será preciso pagar de Imposto de Renda?

A Unafisco também divulgou quanto os trabalhadores que ganham até 2 salários vão pagar de Imposto de Renda em 2024. A cobrança será de:

  • R$ 13,80 de imposto todo mês;
  • R$ 169,59 de imposto por ano.

Vittoria Fialho
Jornalista formada pela Universidade Católica de Pernambuco, já esteve como repórter no Diario de Pernambuco e no Portal NE45 Minutos. Nos veículos, fez parte das editorias de redes sociais e esportes. Também acumula experiência na assessoria de imprensa do Clube Náutico Capibaribe. Suas redes sociais são: @vtfialho e [email protected].