Lula aprova AUMENTO no programa que garante moradia gratuita

Foi aprovado pelo governo federal, por meio da sanção do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), o aumento salarial de uma série de benefícios. É obrigatório que todos os anos haja o reajuste pelo menos baseado na inflação do ano anterior. Esta prática ajuda a garantir o poder de compra dos brasileiros.

Lula aprova AUMENTO no programa que garante moradia gratuita
Lula aprova AUMENTO no programa que garante moradia gratuita (Imagem: FDR)

O aumento citado diz respeito ao BPC (Benefício de Prestação Continuada). Um salário mínimo que contempla pessoas com mais de 65 anos ou com algum tipo de deficiência, mas que vivam de baixa renda. De acordo com a política usada por Lula elas receberão um pagamento maior que do último ano.

Reajuste de valor para o BPC em 2024

O pagamento do BPC segue o mesmo valor que foi aprovado para o salário mínimo do país. Os idosos e pessoas com deficiência recebem todos os meses do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social), a quantia equivale a 1 salário para que sobrevivam.

A nova política de valorização do piso salarial aprovada por Lula aumentou o mínimo acima da inflação, usando dois índices para o reajuste: o resultado do INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor) de 2023 + o PIB (Produto Interno Bruto) de 2022.

Com isso, o novo valor pago pelo BPC será de:

Lula aprova moradia gratuita para inscritos no BPC

No último ano uma ação do Ministério das Cidades, do governo Lula, aprovou um novo tipo de benefício pelo Minha Casa, Minha Vida. A ideia é que possam ser atendidos com a gratuidade do financiamento imobiliário aqueles que:

Quem ainda não recebe o BPC, ou recebe mas não tem um contrato assinado pelo Minha Casa, Minha Vida, também tem a chance de ser contemplado.

Lila CunhaLila Cunha
Formada em jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC) desde 2018. Já atuou em jornal impresso. Trabalha com apuração de hard news desde 2019, cobrindo o universo econômico em escala nacional. Especialista na produção de matérias sobre direitos e benefícios sociais. Suas redes sociais são: @liilacunhaa, e-mail: lilacunha.fdr@gmail.com
Sair da versão mobile