Desenrola Brasil: veja as novas renegociações aprovadas pelo Governo

Pontos-chave
  • As dívidas poderão ser negociadas até março pelo Desenrola Brasil;
  • O público foi dividido em duas faixas de renda;
  • Os acordos são feitos de forma online.

O Desenrola Brasil continua ativo em 2024. O programa que inicialmente terminaria em dezembro do último ano, foi prorrogado até março de 2024. A expectativa quando o projeto foi criado era de que 70 milhões de pessoas pudessem acessá-lo para renegociar e diminuir suas dívidas abertas. 

Desenrola Brasil: veja as novas renegociações aprovadas pelo Governo
Desenrola Brasil: veja as novas renegociações aprovadas pelo Governo (Imagem: FDR)

O Desenrola Brasil é uma iniciativa do Ministério da Fazenda, gerenciado por Fernando Haddad. Quando foi lançado o programa foi dividido entre dois públicos-alvo e algumas fases. Hoje, todas as fases já foram completadas e isso significa que não é preciso esperar nenhum novo lançamento para negociar.

Foram três etapas já cumpridas:

  • 1ª fase: Desnegativação de dívidas de até R$ 100 – começou em julho e limpou o nome de mais de 6 milhões de pessoas;
  • 2ª fase: Renegociação de dívidas – começou em julho, propôs que pessoas com renda de até R$ 20 mil pudessem encontrar condições vantajosas de negociação diretamente com os bancos;
  • 3ª fase: Renegociação de dívidas – começou em outubro, quem tem renda de até R$ 5 mil ou estava no Cadastro Único passou a negociar pelo site do Desenrola tendo conta no Gov.

Para que o objetivo desse certo o governo federal não escondeu que era preciso a parceria e interesse dos bancos. Tanto que para a primeira fase foram necessárias algumas conversas até que os bancos concordassem com a proposta do governo. Em compensação receberam diminuição de impostos. 

Além das instituições bancárias, birôs de crédito como a Serasa também se uniram com o Desenrola Brasil para facilitar o acesso dos consumidores aos acordos já que todo o processo de negociação é feito online.

Quem pode negociar pelo Desenrola Brasil?

Na realidade, toda pessoa com dívidas em aberto pode negociar pelo Desenrola Brasil. O público, porém, foi dividido em duas faixas.

Faixa 1

  • Consumidores com ganho de até R$ 5 mil por mês; ou
  • Inscritos no Cadastro Único;
  • Deverão negociar diretamente no site do Desenrola Brasil;
  • Podem ser renegociadas as dívidas que tenham sido negativadas de 2019 a 2022, e cujo valor atualizado seja inferior a R$ 20 mil.

Faixa 2

  • Consumidores com renda mensal de até R$20 mil;
  • Pessoas cuja dívidas bancárias foram inscritas em cadastros de inadimplentes até 31 de dezembro de 2022;
  • Negociação pode ser feita diretamente com o banco, sem passar pela plataforma do Desenrola.

Quais contas podem ser negocias pelo Desenrola Brasil?

A grande preocupação dos consumidores é entender quais os tipos de contas que podem ser negociadas pelo Desenrola Brasil. Isso porque, dependendo da sua origem a dívida não entra na plataforma e por isso não possuí as condições de pagamento facilitadas que são o trunfo do programa.

É preciso entender que as próprias empresas se cadastraram no Desenrola para oferecer o acordo. Não valem dívidas com pessoa física, apenas aquelas que foram feitas com pessoa jurídica, ou seja, em nome da empresa. Por exemplo:

  • Cartão de crédito cancelado por falta de pagamento;
  • Empréstimo não pago;
  • Financiamento atrasado;
  • Consórcio não pago;
  • Cheque sem fundo;
  • Seguro não pago;
  • Conta de água;
  • Conta de luz;
  • Cartão de supermercado;
  • Cartão de loja varejista.

Condições de negociação do Desenrola

O governo federal aprovou diferentes formas de negociação do Desenrola Brasil. Tudo vai depender da faixa em que o consumidor se enquadra.

  • Faixa 1: parcelamento em até 60 meses sem entrada, por 1,99% de juros ao mês, com a primeira parcela em 30 dias. Desconto médio de 85% no pagamento à vista;
  • Faixa 2: desconto médio de 90% no pagamento à vista.

Como negociar pelo Desenrola Brasil?

As empresas participantes do Desenrola Brasil têm aderido a campanha e enviado aos consumidores inadimplentes mensagens convidando para um acordo. A partir do pagamento à vista do total, ou da primeira parcela, em cerca de dois dias úteis o nome já é retirado dos órgãos de proteção ao crédito.

Faixa 1

  • Acesse o site do Desenrola Brasil;
  • Clique em “Entrar com Gov” e faça login na sua conta;
  • Na opção “Minhas dívidas” selecione o débito que deseja negociar;
  • Escolha se vai pagar à vista ou parcelado;
  • Aceite os termos de negociação e clique em “Continuar”;
  • Será gerado um QR Code para pagamento via PIX, ou boleto para o valor parcelado.

Faixa 2

  • Acesse o canal do seu banco;
  • Procure por “Negociação de dívida” ou “Desenrola”;
  • Confira a oferta e clique em “Negociar”.

Lila Cunha
Autora é jornalista e atua na profissão desde 2013. Apaixonada pela área de comunicação e do universo audiovisual. Suas redes sociais são: @liilacunhaa, e-mail: [email protected]