Desenrola Brasil é prorrogado afetando a renegociação de dívidas sem juros

O Desenrola Brasil foi prorrogado para que os cidadãos brasileiros consigam renegociar mais dívidas e obter a limpeza oficial do seu nome. Esta informação caiu como uma luva para as pessoas que estavam preocupadas com o fim da disponibilidade do programa de renegociação.

Fim de ano: dicas para economizar na ceia e nos presentes (Imagem: FDR)
Desenrola Brasil é prorrogado afetando a renegociação de dívidas sem juros (Imagem: FDR)

Agora, os brasileiros possuem até o dia 31 de março de 2024 para realizar as negociações de parcelas envolvendo o seu nome. O prazo de funcionamento do Desenrola Brasil foi extendido em prol daqueles cidadãos que ainda não conseguiram reaver os seus valores e precisam voltar à normalidade financeira.

As pessoas que decidiram participar do programa foram agraciadas com ofertas imperdíveis. Entre elas, existem pessoas que obtiveram parcelas com descontos de até 99%. Ou seja, a maior parte do valor devido, com multas e taxas de juros, foi perdoado em prol do retorno da saúde financeira do cidadão.

Quem pode usar o Desenrola Brasil?

A grande gama de brasileiros que estão com o seu nome sujo pode usar o programa ao seu favor. Existem milhões de cidadãos que não conseguem obter um cartão de crédito e oportunidades de empréstimo devido ao nome sujo. Com a ajuda do Desenrola Brasil, esta realidade pode mudar.

O governo federal decidiu expandir a duração do programa para que mais pessoas consigam ter acesso às condições. Desta forma, os brasileiros terão até o fim de março para acumularem os valores necessário e quitarem as suas dívidas. Com isto, vão obter novas chances para expandir o seu negócio.

Quais são os melhores locais para renegociar?

O programa fechou uma parceria com os mais diversos bancos privados e estatais do país. Portanto, dívidas com instituições financeiras como Caixa Econômica Federal e Banco do Brasil são possíveis negociar.

No caso de bancos privados como Banco Santander, Nubank, Banco Inter, PagBank e Banco Pan, também é possível.

Flávio Costa
Estudante de jornalismo, já atuou na área de assessoria política ao compor o time de comunicação da atual governadora do estado, durante sua campanha eleitoral. Anteriormente, cursou 2 anos no curso de relações internacionais, podendo ampliar sua visão no aspecto macro e micro do cenário nacional e internacional. Fluente em inglês, já atuou como professor de idiomas e também de matemática. Por fim, trabalhou ainda como analista de operações pelo grupo Amazon. Atualmente, dedica-se a universidade e ao portal FDR. Suas redes sociais são @flavioarcosta e [email protected].