BLOQUEIO no Bolsa Família pode ser revertido em 48h; saiba como

De acordo com o Ministério do Desenvolvimento, em 2023 o governo federal realizou o bloqueio de 8,4 milhões de benefícios do Bolsa Família para análise. Deste total, 3,7 milhões foram cancelados. Em janeiro novos bloqueios devem acontecer, mas é possível que eles sejam liberados em até dois dias.

BLOQUEIO no Bolsa Família pode ser revertido em 48h; saiba como
BLOQUEIO no Bolsa Família pode ser revertido em 48h; saiba como (Imagem: FDR)

O governo federal não descarta que o bloqueio do Bolsa Família atinja novos grupos este ano. O pente-fino, em que os dados são minuciosamente analisados, deve continuar acontecendo. Segundo o poder público, a intenção do bloqueio é “incentivar a família a esclarecer ou regularizar as situações”.

O que pode bloquear o Bolsa Família?

O bloqueio do Bolsa Família funciona como uma advertência. Significa que há erros no cadastro daquele grupo, ou que não foram cumpridas as condicionalidades que são obrigatórias. A partir disso, o titular do benefício tem a chance de fazer a regularização, arrumar as pendências e voltar a receber. 

São consideradas razões para bloquear o benefício:

  • Dados inconsistentes, errados ou mentirosos no Cadastro Único;
  • Frequência escolar inferior a 75% no ano;
  • Gestantes que não estão realizando consulta de pré-natal;
  • Crianças que estão com caderneta de vacinação desatualizada;
  • Crianças de até 7 anos que não realizaram o acompanhamento nutricional, com medição de altura e peso;
  • Falta de saque do benefício por mais de 120 dias.

Como desbloquear o Bolsa Família?

O titular é avisado sobre o bloqueio do pagamento por meio de uma notificação no aplicativo do programa, no Caixa Tem ou por SMS. Ciente sobre a suspensão o passo seguinte é:

  • Resolva a pendência conforme a notificação: no CRAS (Centro de Referência e Assistência Social) para atualização de dados, no posto de saúde para acompanhamento ou na Receita Federal para o CPF;
  • Após a regularização, volte até a unidade do CRAS;
  • Atualize seu Cadastro Único com o comprovante de regularização das pendências;
  • Pronto.

Aguarde em torno de 48 horas para que a parcela bloqueada seja liberada na conta.

“Ressaltados que a família bloqueada permanece no Bolsa Família. Uma vez sanada a razão para o bloqueio do benefício e mantido o perfil de vulnerabilidade social, a família volta a receber o benefício normalmente, inclusive os valores que não pôde sacar durante o bloqueio”, diz o comunicado do governo federal.

Lila Cunha
Autora é jornalista e atua na profissão desde 2013. Apaixonada pela área de comunicação e do universo audiovisual. Suas redes sociais são: @liilacunhaa, e-mail: [email protected]