Novo bloqueio dentro do Bolsa Família é confirmado afetando milhares de brasileiros

Desde o final do último ano o Ministério do Desenvolvimento Social (MDS) está alertando os inscritos no Bolsa Família sobre um novo bloqueio a partir de janeiro. De acordo com o poder público, quem não estiver dentro das regras estabelecidas será seu pagamento suspenso com prazo para regularizar. 

Novo bloqueio dentro do Bolsa Família é confirmado afetando milhares de brasileiros
Novo bloqueio dentro do Bolsa Família é confirmado afetando milhares de brasileiros (Imagem: FDR)

O bloqueio dentro do Bolsa Família serve como uma forma de alertar os inscritos no programa. O titular, representante de todo grupo, fica responsável por cumprir com todas as exigências do governo federal. Quem falha neste sentido e não está atento as suas obrigações tem o pagamento contido até a regularização.

Novo tipo de bloqueio do Bolsa Família

Segundo o MDS anunciou em dezembro de 2023, a partir de janeiro aqueles que estão com CPF em situação irregular serão bloqueados do Bolsa Família. Eles têm seis meses para resolver a situação junto a Receita Federal, e atualizar seus dados no Cadastro Único para voltar a receber.

Mas afinal de contas, o que faz um CPF irregular?.

  • Dados incorretos na base da Receita Federal (ex.: faltando nome ou sobrenome sendo divergente dos demais documentos);
  • Falta de envio de declaração do Imposto de Renda para quem é contribuinte;
  • Não cumprindo de exigências que já haviam sido feitas pela Receita Federal;
  • Não ter votado nas últimas eleições;
  • Cancelamento ou suspensão do CPF na base de dados da Receita Federal.

Atenção! O governo federal emitiu um alerta dizendo que: “É falsa a notícia de que a existência de dívidas financeiras afeta o cadastro dos beneficiários dos programas sociais do governo federal”. Ou seja, ter o “nome sujo” não bloqueia o auxílio.

Como regularizar o CPF para receber o Bolsa Família?

As famílias que tiverem o Bolsa Família bloqueado em janeiro devem verificar a situação do CPF junto à Receita Federal e regularizá-la junto ao órgão. Depois disso precisam passar pela atualização de dados no CRAS (Centro de Referência e Assistência Social).

Para descobrir se o motivo do bloqueio do pagamento tem haver com pendências no CPF, acesse:

  • Portal “Meu CPF” na Receita Federal”;
  • Clique em “Consultar CPF” e depois “Iniciar”;
  • Informe o CPF e a data de nascimento;
  • Confirme.

Lila Cunha
Autora é jornalista e atua na profissão desde 2013. Apaixonada pela área de comunicação e do universo audiovisual. Suas redes sociais são: @liilacunhaa, e-mail: [email protected]