Parcelamento do IPTU 2024: entenda como fazer o seu

O Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) é uma das primeiras preocupações no começo de cada ano. Com o boleto em mãos, os proprietários precisam definir se é melhor pagar o IPTU à vista ou parcelado. As duas opções têm suas vantagens e desvantagens. Veja.

Parcelamento do IPTU 2024: entenda como fazer o seu
Parcelamento do IPTU 2024: entenda como fazer o seu. Imagem: FDR

O pagamento do IPTU 2024 é obrigatório para todos aqueles que possuem em seu nome uma propriedade na área urbana da cidade. Vale tanto para imóveis com construção, como os terrenos vazios. Havendo uso de saneamento básico, energia elétrica e outros serviços públicos, há a cobrança.

O dinheiro arrecadado com o IPTU 2024 é muitas vezes a principal fonte de receita da prefeitura. Com a verba em mãos há distribuição para atender setores como: assistência social, saúde, segurança, educação, saneamento, trânsito e outros. Ou seja, um dinheiro que na teoria deve ser revertido aos moradores.

É possível fazer o parcelamento do IPTU?

Parcelar é uma alternativa viável e, muitas vezes, vantajosa. Ela facilita o pagamento para quem não pode quitar o valor total de uma só vez. As condições de parcelamento, no entanto, variam de acordo com o município.

Por outro lado, pagar à vista pode gerar descontos significativos, dependendo das regras de cada cidade. Os descontos incentivam o pagamento antecipado e podem representar uma economia considerável.

Como emitir o IPTU 2024

A emissão do Imposto 2024 acontece de forma digital, e a partir de 2 de janeiro. O parcelamento começa em 8 de março. Para obter a guia única ou dos próximos meses basta acessar um desses canais:

  • Site da prefeitura;
  • Aplicativo 156+POA;
  • WhatsApp;
  • E-mail que já está cadastrado no site;
  • Nos pontos parceiros da Secretaria de Fazendo onde haverá a impressão.
  • Os idosos que optarem por receber a guia impressa deverão solicitá-la por meio de canal que está sendo desenvolvido pela Procempa.

Vittoria Fialho
Jornalista formada pela Universidade Católica de Pernambuco, já esteve como repórter no Diario de Pernambuco e no Portal NE45 Minutos. Nos veículos, fez parte das editorias de redes sociais e esportes. Também acumula experiência na assessoria de imprensa do Clube Náutico Capibaribe. Suas redes sociais são: @vtfialho e [email protected].