Contribuições do INSS ficam MAIS caras com mudança do salário mínimo

O novo salário mínimo vai afetar também as contribuições do INSS, que serão mais caras no próximo ano. As mudanças devem começar a valer já no dia 1º de janeiro de 2024, por isso é importante se informar.

Contribuições do INSS ficam MAIS caras com mudança do salário mínimo
Contribuições do INSS ficam MAIS caras com mudança do salário mínimo (Imagem: FDR)

Para a alegria dos brasileiros o salário mínimo será reajustado no próximo ano. Isso significa que os trabalhadores receberão mais. No entanto, não é a única mudança, as contribuições do INSS também devem ser reajustadas.

Essa mudança vale para os microempreendedores individuais, trabalhadores e para os contribuintes individuais.

Reajuste na contribuição do INSS

  • O decreto que institui o novo salário mínimo foi assinado na última quarta-feira, 27, saiba mais.
  • Com isso, diversos pagamentos serão afetados, entre eles a contribuição ao Instituto Nacional do Seguro Social – INSS.
  • Para o trabalhador a contribuição mensal, descontada direto do salário é de 7,5%.
  • Assim, ela deve passar de R$ 97,65 para R$ 105,90.
  • Para os microempreendedores individuais (MEI) a contribuição é de 5%.
  • Ou seja, passará de R$ 66 para R$ 70,60.
  • Para o contribuinte individual a alíquota é de 20% entre o mínimo (R$1.412,00) e o máximo (R$7.507,49).
  • Com isso o trabalhador deve pagar o valor de R$ 4
  • Ou ainda pagar a alíquota reduzida de 11% apenas sobre o salário mínimovigente
  • Com isso ele pagaria R$ 155,32

Para saber como fazer a contribuição individual ao INSS, clique aqui.

Vale lembrar que o novo salário mínimo afeta também o Seguro Desemprego; requisitos para concessão de benefícios; o pagamento do PIS/PASEP; as ações cíveis, entre outros.

Contribuição do INSS dá direito a quais benefícios?

  • Aposentadoria: por idade, por tempo de contribuição, pelas regras de transição e por invalidez
  • Pensão por morte (aplicada aos dependentes)
  • Auxílio Incapacidade Temporária (antigo Auxílio-doença)
  • Auxílio-acidente
  • Auxílio-reclusão (para os dependentes)
  • Salário-maternidade
  • Salário-família
  • Reabilitação profissional

Entre outros auxílios pagos pelo Instituto Nacional do Seguro Social.

Jamille Novaes
Baiana, formada em Letras Vernáculas pela UESB, pós-graduada em Gestão da Educação pela Uninassau. Apaixonada por produção textual, já trabalhou como corretora de redação, professora de língua portuguesa e literatura. Atualmente se dedica ao FDR e a sua segunda graduação.