Imposto de Renda 2024: veja quais os documentos serão exigidos na declaração

A Receita Federal ainda não divulgou oficialmente o calendário do Imposto de Renda 2024. Mas, já é possível se preparar separando a documentação necessária para a declaração. Procedimento é obrigatório para alguns brasileiros.

Imposto de Renda 2024: veja quais os documentos serão exigidos na declaração
Imposto de Renda 2024: veja quais os documentos serão exigidos na declaração (Imagem: FDR)

Contribuintes já podem se organizar para a Declaração do Imposto de Renda 2024. A preparação antecipada pode beneficiar os contribuintes, já que todos os anos a Receita libera novidades. Quem não for isento tem a obrigação de entregar a declaração.

Quem é obrigado a entregar a Declaração Imposto de Renda 2024?

  • Recebeu rendimentos tributáveis (salários, aposentadoria, aluguéis, …) acima de R$ 28.559,70;
  • Recebeu rendimentos isentos (FGTS, indenização trabalhista, pensão alimentícia…) acima de R$ 40 mil;
  • Teve receita bruta de atividade rural acima de R$ 142.798,50;
  • Pretende compensar prejuízos de atividade rural;
  • Teve ganho de capital na alienação de bens ou direitos, sujeito à incidência do imposto;
  • Realizou operação em bolsas de valoresb, de mercadorias, de futuros e assemelhadas acima de R$ 40 mil ou com apuração de ganhos líquidos sujeitos ao imposto;
  • Tinha em 31 de dezembro posse ou propriedade de bens acima de R$ 300 mil;
  • Passou à condição de residente no Brasil.

Documentos necessários no Imposto de Renda 2024

Informações gerais

  • Dados da conta bancária para restituição ou débitos das cotas de imposto apurado;
  • Nome, CPF, grau de parentesco dos dependentes e data de nascimento;
  • Endereço atualizado;
  • Cópia da última declaração de imposto de renda pessoa física (completa) entregue;
  • Atividade profissional exercida atualmente.

Comprovação de renda

  • Informes de rendimentos de instituições financeiras inclusive corretora de valores;
  • Informes de rendimentos de salários, pró labore, distribuição de lucros, aposentadoria, pensão etc.;
  • Informes de rendimentos de aluguéis de bens móveis e imóveis recebidos de jurídicas;
  • Informações e documentos de outras rendas percebidas no exercício, tais como rendimento de pensão alimentícia, doações, heranças recebidas no ano, dentre outras;
  • Resumo mensal do livro caixa com memória de cálculo do carnê-leão;
  • Darfs de carnê-leão.

Comprovante de bens e direitos

  • Documentos que comprovem a compra e venda, como: contratos, escrituras, documentos de transferência.

Dívidas e ônus

  • Informações e documentos de dívida e ônus contraídos e/ou pagos no período.

Investimento em renda variável

  • Controle de compra e venda de ações, inclusive com a apuração mensal de imposto;
  • DARFs de renda variável.

Pagamentos e doações efetuados

  • Recibos de pagamentos ou informe de rendimento de plano ou seguro saúde (com CNPJ da empresa emissora e a indicação do paciente);
  • Despesas médicas e odontológicas em geral (com CNPJ da empresa emissora ou CPF do profissional, com indicação do paciente);
  • Comprovantes de despesas com educação (com CNPJ da empresa emissora com a indicação do aluno);
  • Comprovante de pagamento de Previdência Social e previdência privada (com CNPJ da empresa emissora);
  • Recibos de doações efetuadas;
  • GPS (ano todo) e cópia da carteira profissional de empregado doméstico;
  • Comprovantes oficiais de pagamento a candidato político ou partido político.

Jamille Novaes
Baiana, formada em Letras Vernáculas pela UESB, pós-graduada em Gestão da Educação pela Uninassau. Apaixonada por produção textual, já trabalhou como corretora de redação, professora de língua portuguesa e literatura. Atualmente se dedica ao FDR e a sua segunda graduação.