É FAKE que Bolsa Família deixou de ter 13º salário; entenda o caso

Notícias e imagens circulam na internet sobre um possível cancelamento do 13º do Bolsa Família. Na verdade, as postagens são fake News, notícias falsas, que vêm sendo espalhadas por todo o país; entenda.

É FAKE que Bolsa Família deixou de ter 13º salário; entenda o caso
É FAKE que Bolsa Família deixou de ter 13º salário; entenda o caso (Imagem: FDR)

Um possível cancelamento do 13º do Bolsa Família tem sido espalhado na internet em todo o país. Segundo as mensagens o atual governo federal teria acabado com o pagamento do abono natalino. Acontece que essas postagens estão espalhando uma falsa mensagem.

Acabou o 13º do Bolsa Família

  • Ele não acabou porque na verdade nunca existiu, pelo menos não a nível federal.
  • Isso porque o Governo, responsável pelo pagamento do Bolsa Família, nunca garantiu esse abono natalino.
  • Por outro lado, alguns estados fazem o pagamento adicional, como acontece em dois estados do Nordeste, veja quais.
  • O que confunde as famílias é que em 2019 a antiga gestão federal, de Bolsonaro, fez o pagamento de uma parcela extra do benefício.
  • Já no ano seguinte essa medida foi revogada e o pagamento suspenso.
  • Ou seja, em 2021 e 2022 não houve pagamento de parcela extra.

Adicionais do Bolsa Família

A atual gestão federal implementou o valor mínimo de R$ 600 para todas as famílias beneficiárias do programa de transferência de renda. Além disso, as famílias também contam com o pagamento dos seguintes adicionais:

  • R$ 50 – adicional para famílias com crianças de 7 a 11 anos e adolescentes de 12 a 18 anos
  • R$ 50 – adicional para família com gestantes e lactantes
  • R$ 150 – adicional para famílias com crianças até os seis anos

Para o próximo ano o Bolsa Família 2024 deve continuar a ser pago a partir do número final do NIS através do Caixa Tem.

Por isso continuará a ser necessário a inscrição no Cadastro Único para Programas Sociais, o CadÚnico. Para saber como se inscrever no programa, clique aqui.

Jamille Novaes
Baiana, formada em Letras Vernáculas pela UESB, pós-graduada em Gestão da Educação pela Uninassau. Apaixonada por produção textual, já trabalhou como corretora de redação, professora de língua portuguesa e literatura. Atualmente se dedica ao FDR e a sua segunda graduação.