Não recebi a primeira parcela do 13º salário; o que fazer?

Todos os trabalhadores que atuam no regime CLT aguardam com ansiedade o pagamento do 13º salário. O empregador pode optar pela liberação desse abono em cota única, ou em duas parcelas, sendo 30 de novembro o prazo inicial. No entanto, há quem não tenha recebido.

Não recebi a primeira parcela do 13º salário; o que fazer?
Não recebi a primeira parcela do 13º salário; o que fazer?. Imagem: FDR

Vale destacar que, em caso de atraso no depósito, a empresa fica passível de multas e sanções. Contudo, antes de acionar a Justiça para ter o repasse, que é de direito dos trabalhadores, é recomendável seguir algumas etapas.

O que fazer se o 13º salário não for pago?

  • Converse com o setor de Recursos Humanos ou o empregador. É essencial tentar resolver a questão de forma amigável;
  • Caso a negociação dê errado, reúna provas e documentação que comprovem sua relação de trabalho com a empresa, como contratos, por exemplo;
  • Depois disso, registre uma reclamação no Ministério do Trabalho ou Sindicato. Caso não haja uma solução satisfatória após a conversa com a empresa, é possível registrar uma reclamação no governo;
  • Se mesmo assim não resolver, procure orientação jurídica. Se necessário, busque um advogado especializado em direito trabalhista para entender seus direitos e as medidas legais cabíveis para garantir o pagamento do 13º salário.

Valor liberado no 13° salário

É comum que as empresas optem por liberar o valor do 13° salário em duas cotas. O primeiro pagamento, que acontece até novembro, é referente a 50% do valor total do abono natalino.

A segunda parcela, paga em dezembro, conta com outros 50%. No entanto, o repasse conta com descontos relativos ao INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) e do Imposto de Renda.

Para o cálculo desse benefício é preciso multiplicar:

  • 1/12 do valor do salário bruto x número de meses trabalhados no ano = 13°.

Vittoria Fialho
Jornalista formada pela Universidade Católica de Pernambuco, já esteve como repórter no Diario de Pernambuco e no Portal NE45 Minutos. Nos veículos, fez parte das editorias de redes sociais e esportes. Também acumula experiência na assessoria de imprensa do Clube Náutico Capibaribe. Suas redes sociais são: @vtfialho e [email protected].