BNDES abre renegociação de DÍVIDAS de pequenos e médios empreendedores

O banco está possibilitando a renegociação de dívidas de pequenos e médios empreendedores. O programa possibilita a suspensão do pagamento e a extensão do prazo para a quitação dele. Serão negociadas dívidas com bancos parceiros.

BNDES abre renegociação de DÍVIDAS de pequenos e médios empreendedores
BNDES abre renegociação de DÍVIDAS de pequenos e médios empreendedores (Imagem: FDR)

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social aprovou um programa que vai ajudar na regularização das empresas, o BNDES Refis. A renegociação de dívidas de pequenos e médios empreendedores pode ser feita nos bancos parceiros.

“O BNDES mais uma vez mostra o compromisso de auxiliar as empresas que são as maiores geradoras de emprego e renda no Brasil e impulsionam o desenvolvimento do país. Por isso, aprovamos mais um instrumento que será fundamental para equacionar o caixa das empresas, especialmente depois de um período prolongado de altas taxas de juros”, explica o diretor Financeiro e de Crédito Digital para MPMEs do BNDES, Alexandre Abreu.

Renegociação de dívidas de pequenos e médios empreendedores

O BNDES Refis é voltado às chamadas operações indiretas automáticas. Nesta modalidade os empréstimos são concedidos pelos agentes financeiros credenciados e com recursos do BNDES.

Através dessa iniciativa será possível:

  • Suspender o pagamento das parcelas do empréstimo por 6 meses
  • Estender o prazo de pagamento para mais 12 meses

O refinanciamento pode ser solicitado pelas empresas que contrataram financiamento com custo financeiro em Taxa de Longo Prazo (TLP), Selic ou Taxa Fixa do BNDES (TFB).

Bancos parceiros do BNDES

Poderão ser renegociadas dívidas com os seguintes bancos:

  • Agência de Fomento do Paraná – Fomento Paraná
  • AgeRio – Agência de Fomento do Estado do Rio de Janeiro (antiga Investe Rio)
  • Badesc – Agência de Fomento do Estado de Santa Catarina S.A.
  • Badesul (antiga Caixa RS)
  • Banco ABC Brasil S/A
  • Banco Bradesco S.A.
  • Banco BS2 S.A.
  • Banco CNH Industrial Capital S.A.
  • Banco Cooperativo Sicredi S.A.
  • Banco Daycoval S.A.
  • Banco de Desenvolvimento do Espírito Santo S.A – Bandes
  • Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais S.A. – BDMG
  • Banco do Brasil S.A.
  • Banco do Estado do Rio Grande do Sul S.A. – Banrisul
  • Banco Industrial do Brasil
  • Banco Inter
  • Banco Mercedes-Benz do Brasil S.A.
  • Banco Moneo S.A.
  • Banco OMNI S.A.
  • Banco Pine S.A.
  • Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul – BRDE
  • Banco Rodobens S.A.
  • Banco Santander S.A.
  • Banco SENFF
  • Banco Sofisa S.A.
  • Banco Volvo (Brasil) S.A.
  • Caixa Econômica Federal
  • Caruana S.A.
  • C6 Bank
  • Desenvolve SP – Agência de Fomento do Estado de São Paulo (antiga Nossa Caixa Desenvolvimento)
  • Fomento Paraná – Agência de Fomento do Paraná S.A.
  • Goiás Fomento – Agência de Fomento de Goiás
  • Scania Banco S.A.

Para ter acesso, basta procurar o banco responsável pelo seu empréstimo; para saber as taxas cobradas pelos bancos, clique aqui.

Jamille Novaes
Baiana, formada em Letras Vernáculas pela UESB, pós-graduada em Gestão da Educação pela Uninassau. Apaixonada por produção textual, já trabalhou como corretora de redação, professora de língua portuguesa e literatura. Atualmente se dedica ao FDR e a sua segunda graduação.