Renda EXTRA! Nota Fiscal Paulista libera R$ 37 milhões em créditos

Desde a última segunda-feira (18) ficaram disponíveis R$ 37,9 milhões em créditos da Nota Fiscal Paulista. O programa do governo do estado de São Paulo é um incentivo para que os consumidores peçam a inclusão do número do seu CPF ou CNPJ a cada nova compra feita na região.

Renda EXTRA! Nota Fiscal Paulista libera R$ 37 milhões em créditos
Renda EXTRA! Nota Fiscal Paulista libera R$ 37 milhões em créditos (Imagem: FDR)

De acordo com a Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo, foi liberado o resgate da Nota Fiscal Paulista de quem fez compras em maio. Os consumidores vão acumulando créditos a cada nova compra, sendo que cada bilhete fiscal gera a devolução de 30% do que é pago em ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços).

Logo, somente serão recebidos os valores que forem gastos em comércios que vendem produtos e que por isso pagam o ICMS ao estado. Ao acumular quantias é possível receber o crédito em dinheiro, com transferência direta para conta. Outra opção é abater no valor cobrado de imposto. 

O governo dá a opção de descontar até 5% do valor do IPVA (Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotivos). Neste lote com R$ 37,9 milhões em créditos, R$ 20 milhões são para entidades beneficentes. Enquanto outros R$ 17,3 milhões devem ser resgatados por pessoa física.

Para consultar quanto tem disponível e pedir o valor de volta, basta acessar o site da Nota Fiscal Paulista. O dinheiro somente fica acumulado após o consumidor se inscrever, informando número do CPF, e dados pessoais.

Como resgatar crédito da Nota Fiscal Paulista?

Os consumidores têm o prazo de um ano para resgatar crédito da Nota Fiscal Paulista. Ou seja, até setembro de 2024 para receber o que foi depositado este mês.

  • Acesse o site Nota Fiscal Paulista;
  • Informe o CPF e a senha, clique em “Não sou um robô” e vão em “Acessar”;
  • Na próxima página, do lado esquerdo, acima, aparecerá o seu saldo. Vá em “Sacar”;
  • Escolha se o crédito vai ser em conta-corrente ou conta-poupança;
  • Confira a conta cadastrada ou cadastre uma; a conta bancária deve ser em seu nome;
  • Depois, escolha o valor que quer transferir, informe-o em “Valor” e vá em “Confirmar”;
  • Aparecerá uma mensagem informando que o valor será creditado na conta informada em até 20 dias; clique em “Efetuar transferência”;
  • O sistema fornecerá um número de controle, anote-o e clique em “OK”.

Lila Cunha
Autora é jornalista e atua na profissão desde 2013. Apaixonada pela área de comunicação e do universo audiovisual. Suas redes sociais são: @liilacunhaa, e-mail: [email protected]