NETFLIX é novamente NOTIFICADA pelo Procon. Entenda o motivo

A Netflix é a maior plataforma de streaming do mundo e possui um catálogo imenso de filmes, séries e documentários. No entanto, a empresa terá que prestar novamente explicações ao Procon após decisão polêmica. Entenda.

NETFLIX é novamente NOTIFICADA pelo Procon. Entenda o motivo
NETFLIX é novamente NOTIFICADA pelo Procon. Entenda o motivo (Imagem: FDR)

A empresa foi notificada novamente pelo Procon-SP. O objetivo é que a Netflix dê mais detalhes sobre a decisão de cobrar R$12,90 ao mês pelo compartilhamento da conta.

Netflix é notificada pelo Procon

A plataforma tem até esta quarta, 7, para responder a notificação do órgão. Na última quinta, 1º de junho, o Procon se reuniu com representantes da empresa, mas deseja mais informações sobre esta cobrança de compartilhamento.

De acordo com Rodrigo Tritapepe, diretor de atendimento e orientação ao consumidor do Procon-SP, são necessários mais detalhes sobre esta mudança.  “Diante das novas respostas serão avaliadas as providências que devem ser adotadas pelo órgão e possíveis indicações de providências”, disse ele ao InfoMoney.

Netflix decide cobrar pelo compartilhamento de senhas 

A empresa anunciou recentemente que os clientes brasileiros começariam a ser comunicados a respeito da mudança na política de cobranças da plataforma. A partir de agora, o cliente que compartilhar sua senha com alguém que não more em sua casa terá que pagar uma tarifa extra de R$12,90.

O compartilhamento de senhas se tornou um problema para o negócio da Netflix. De acordo com estimativas, 43% de sua base global de usuários compartilham suas senhas para não assinantes, afetando a receita da empresa e sua capacidade de produzir novos conteúdos.

O que é considerado uma residência?

De acordo com a empresa, uma residência “é uma coleção dos aparelhos conectados à internet no local principal em que você assiste à Netflix”

O exemplo dado é o seguinte: “A residência Netflix pode ser definida usando uma TV. Todos os outros aparelhos que usam sua conta Netflix na mesma conexão com a internet que essa TV farão automaticamente parte da sua residência Netflix”.

De acordo com a plataforma, são usadas informações como endereços IP (identificação de conexão à internet), identificação de dispositivos e a atividade da conta em aparelhos conectados.

Paulo Amorim
Paulo Henrique Oliveira é formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo. Atua como redator do portal FDR, onde já cumula vasta experiência e pesquisas, produzindo matérias sobre economia, finanças e investimentos.