Novo aumento no salário mínimo NÃO está garantido e trabalhador se desespera

Entre as medidas aplicadas pelo governo Lula desde o início do seu mandato, o aumento do salário mínimo se destacou. Porém, declaração feita recente deixa a incerteza sobre o reajuste anteriormente planejado, tendo em vista que a data planejada para este aumento é no dia 1º de maio. Acompanhe as notícias.

Auxílio Mãe Solteira: Caixa paga até R$ 1.200 para um novo grupo nesta sexta-feira
Novo aumento no salário mínimo NÃO está garantido e trabalhador se desespera (Imagem: FDR)

Somente neste ano, o governo federal reajustou uma série de pontos, para que fique nos moldes do novo governo. Além do aumento do valor base do Bolsa Família e do Vale-Gás, por exemplo, o governo Lula também aplicou um reajuste no valor do salário mínimo. Esta mudança foi realizada no início deste ano.

Porém, além deste aumento realizado em janeiro deste ano, o governo Lula também estava estudando aplicar um segundo reajuste no salário mínimo, elevando o valor para R$1.320. Atualmente, já com o primeiro aumento aplicado, o mínimo passou para R$1.302. Entretanto, este segundo aumento é incerto.

Isto porque, devido aos muitos aumentos aplicados pelo governo federal, é possível que seja inviável, financeiramente, este segundo reajuste ainda neste ano. O Brasil está atrás de novas fontes de arrecadação, exatamente para que possa aliviar a pressão no lado econômico e buscar novos reajustes para o povo.

O que estas arrecadações ajudarão para o Brasil, quando falamos de salário mínimo?

Com o aumento da arrecadação federal, torna-se possível a mudança em cifras como a do salário mínimo. É por isso que o Ministro da Fazenda, Fernando Haddad, vem atrás destas novas fontes, visando um crescimento macroeconômico e social do país.

Haddad vem focando nas grandes empresas chinesas que participam ativamente do mercado brasileiro, como é o caso das marcas Shein, Shopee e AliExpress. Outro mercado bilionário que vem sendo alvo do Ministério da Fazenda é o do apostas esportivas, que cresceu exponencialmente nos últimos anos.

Caso não haja mais arrecadação, o aumento do mínimo será cancelado?

Bom, não sabemos disto ainda. O que se sabe é que o governo planeja um segundo aumento do salário mínimo no dia 1º de maio, Dia do Trabalhador. Porém, declarações como a dada pelo Ministro da Previdência Social, Carlos Lupi, fazem com que os cidadãos não tenham tanta certeza sobre este novo aumento.

“Foi negociado e proposto pelo governo o valor de R$ 1.320, mas está R$ 1.302, e qualquer diferença exigirá uma medida provisória e discussão com o Congresso.”- afirmou Carlos Lupi, nesta quarta-feira, 25/04.

Flávio Costa
Estudante de jornalismo, já atuou na área de assessoria política ao compor o time de comunicação da atual governadora do estado, durante sua campanha eleitoral. Anteriormente, cursou 2 anos no curso de relações internacionais, podendo ampliar sua visão no aspecto macro e micro do cenário nacional e internacional. Fluente em inglês, já atuou como professor de idiomas e também de matemática. Por fim, trabalhou ainda como analista de operações pelo grupo Amazon. Atualmente, dedica-se a universidade e ao portal FDR. Suas redes sociais são @flavioarcosta e flavioarcosta@gmail.com.
Sair da versão mobile