Lula tomou posse: Veja o que muda nos benefícios sociais do Brasil

Depois de ter participado da cerimônia de posse, oficialmente Luís Inácio Lula da Silva (PT) assume seu terceiro mandato como presidente do Brasil. E o dia do chefe da União já começou agitado, sendo que ainda no domingo (1), uma série de decretos foram assinados por ele. O presidente deve colocar em prática o que foi promessa de sua campanha, principalmente no que trata de mudanças em benefícios sociais.

Lula tomou posse! Veja o que muda nos benefícios sociais do Brasil
Lula tomou posse! Veja o que muda nos benefícios sociais do Brasil (Imagem: FDR)

No discurso que fez em frente ao Palácio do Planalto, tradicional dentro do rito de posse, Lula chegou a chorar quando lembrou dos brasileiros que passam fome. O momento de emoção se deu quando o presidente eleito mencionou a desigualdade social que o Brasil enfrenta.

Mães garimpando lixo em busca de alimento para seus filhos. Famílias inteiras dormindo ao relento, enfrentando o frio, a chuva e o medo. Crianças vendendo bala ou pedindo esmola, quando deveriam estar na escola vivendo plenamente a infância a que têm direito“, disse o presidente.

Diante disso, as promessas de campanha que foram feitas envolvendo benefícios sociais, entre eles o Auxílio Brasil que em breve deve ser rebatizado de Bolsa Família, são pontos de foco do novo governo. A ideia é voltar a promover no país opções de programas federais capazes de dar ao povo mais pobre algum tipo de fonte de renda.

Lula assina decreto que muda o Auxílio Brasil

Ainda no primeiro dia de governo, 1 de janeiro, Lula assinou um decreto que mantém o pagamento de R$ 600 para famílias beneficiárias do Auxílio Brasil. Hoje, esse programa atende 21,6 milhões de famílias brasileiras e por lei pagaria R$ 400 para cada uma delas.

Ainda no governo de Jair Bolsonaro (PL), o auxílio subiu R$ 200 e pagou R$ 600 de agosto a dezembro, por meio de uma Emenda Constitucional que conseguiu a liberação de recursos extras. A ideia é que em 2023 esse pagamento maior continue valendo durante todo o ano.

Também já existem indicativos de que o empréstimo consignado do Auxílio Brasil seja desativado por completo. Equipe de apoio técnico do novo governo elaboraram um relatório que indica a gravidade do programa, com forte potencial para endividar as famílias de baixa renda.

Benefícios sociais vão mudar

Além do Auxílio Brasil, outros benefícios sociais devem ser alterados e receber mais investimentos em 2023.

  • BPC (Benefício de Prestação Continuada) – vai pagar R$ 1.320,00 acompanhando o novo salário mínimo;
  • Adicional de R$ 150 por criança de até seis anos no Auxílio Brasil/Bolsa Família;
  • Farmácia Popular recebeu mais investimento, ultrapassando R$ 3 bilhões;
  • Valorização do salário mínimo acima da inflação;
  • Manutenção do vale-gás que foi criado no governo Bolsonaro.

Entre na comunidade do FDR e receba informações gratuitas no seu Whatsapp!

Lila CunhaLila Cunha
Autora é jornalista e atua na profissão desde 2013. Apaixonada pela área de comunicação e do universo audiovisual. Suas redes sociais são: @liilacunhaa, e-mail: lilacunha.fdr@gmail.com