Emissão da CNH ficará ainda mais cara em 2023. Consulte os valores do Detran

O valor cobrado para emitir a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) é atualizado todo ano. Na grande maioria das vezes, a cobrança sofre um aumento, tornando o direito de conduzir um carro ou moto cada vez mais inacessível para a população.

Os motoristas do Rio Grande do Sul podem obter descontos no IPVA 2023
Emissão da CNH ficará ainda mais cara em 2023. Consulte os valores do Detran. (Imagem: Montagem/FDR)

Cada estado é responsável por precificar o processo de emissão da CNH. A previsão para 2023 é que o valor para a habilitação da categoria AB, correspondente a carro e moto, seja de quase R$ 4 mil.

Apenas para tirar a carteira tipo A, que permite condução de motocicleta, o custo deve chegar a R$ 2.330. A CNH tipo B, exigida para os motoristas de carros populares, deve custar em torno de R$ 2.336.

A posse da carteira de habilitação costuma ser um requisito em vagas de emprego. Esse é um dos principais motivos pelos quais os brasileiros buscam tirar a CNH, para ter mais oportunidades de trabalho. Além das vagas sob regime CLT, a possibilidade de se tornar entregador ou motorista de aplicativo é um forte atrativo para quem quer entrar em um novo mercado ou fazer uma renda extra.

Programa possibilita CNH gratuita

Pensando na população de baixa renda que não tem condições de bancar a emissão da CNH, muitos estados brasileiros investem em programas que viabilizam o processo para essas pessoas. O programa CNH Social oferece de forma gratuita as aulas teóricas de direção, aulas práticas, provas de habilidade e banca até os exames médicos solicitados pelo Detran.

CNH SOCIAL 2023: INSCRIÇÃO, REGRAS, DETRAN, ESTADOS E COMO TIRAR A CARTEIRA DE MOTORISTA DE GRAÇA

Quem pode se inscrever no CNH Social?

Antes de tudo, o cidadão deve verificar se o estado onde mora possui o programa. Confira a seguir a lista de estados que devem aderir ao programa do CNH Social em 2023. Para ser um dos beneficiários, é obrigatório que o futuro-motorista tenha inscrição do Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico).

O governo do estado verifica, através do sistema de cadastro federal, a renda familiar do solicitante. Também é possível saber a quais programas sociais a pessoa que deseja tirar a carteira de motorista tem acesso. Para participar do programa CNH Social, a renda mensal da família deve ser de até dois salários mínimos. Mais uma vez, esse limite pode variar, fica a critério de cada estado.

Estados que devem abrir vagas para o Programa CNH Social em 2023

Emília Prado
Jornalista graduada pela Universidade Católica de Pernambuco. Tem experiência com redação publicitária e jornalística, com passagem pelo Diario de Pernambuco e Sistema Jornal do Commercio de Comunicação. No portal FDR, é redatora na editoria de renda e direitos sociais.
Sair da versão mobile