EMPRÉSTIMO CONSIGNADO pelo INSS: saiba como se proteger de GOLPES e fugir dos RISCOS desse serviço

Aposentados e pensionistas devem ficar atentos as solicitações do empréstimo consignado. Com o atual cenário de crise econômica, tem sido cada vez mais comum recorrer a uma linha de crédito. Para quem está vinculado ao INSS, o serviço torna-se vantajoso diante da baixa taxa de juros. Abaixo, confira uma entrevista exclusiva sobre essa modalidade bancária.

publicidade
EMPRÉSTIMO CONSIGNADO pelo INSS: saiba como se proteger de GOLPES e fugir dos RISCOS desse serviço (Imagem: FDR)
EMPRÉSTIMO CONSIGNADO pelo INSS: saiba como se proteger de GOLPES e fugir dos RISCOS desse serviço (Imagem: FDR)

O empréstimo consignado nada mais é do que a antecipação de uma verba que deve ser paga posteriormente mediante os reajustes dos juros. No caso dos segurados do INSS, muitas vezes ele parecer ser ainda mais vantajoso, uma vez em que as tarifas bancárias estão entre as menores do mercado.

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

Convidamos Gustavo Gorenstein, CEO da BX Blue, para uma entrevista EXCLUSIVA sobre a concessão e solicitação do empréstimo consignado. Abaixo, ele explica as vantagens e riscos desse serviço, como se proteger em caso de golpes e mais. Acompanhe:

publicidade

Como funciona o empréstimo consignado para beneficiários do INSS?

O empréstimo consignado para beneficiários INSS é um crédito com menor custo e grande facilidade de contratação porque as parcelas são debitadas, todo mês, direto do benefício previdenciário. Depois que o aposentado ou pensionista escolher a oferta que deseja, o INSS faz a averbação, ou seja, reserva do valor da parcela mensal do consignado a favor da instituição financeira. Assim, quando recebe seu benefício, o beneficiário já tem descontado o valor da dívida.

Quais são as vantagens de solicitar um empréstimo consignado INSS?

Por ter a garantia de pagamento, uma vez que é o próprio INSS que transfere o valor para o banco, o empréstimo consignado é o crédito com o menor custo do mercado. As taxas de juros ficam próximas de 2% ao mês, em média, mesmo no atual cenário de alta da Selic.

Outra vantagem para aposentados e pensionistas é que a análise de crédito é mais rápida e não há restrição do consignado para quem está negativado, com nome inscrito em órgãos como o SPC ou Serasa. Assim, é possível conseguir dinheiro extra com baixo custo e sem burocracia. O dinheiro pode ser liberado em poucas horas, por exemplo, se feito por meio de plataformas virtuais, como da BX Blue.

Em quantas parcelas posso pagar o consignado?

Conforme as regras atuais, alteradas em razão da pandemia da covid-19, os aposentados e pensionistas podem quitar o empréstimo consignado em até 84 vezes.

Quais são as taxas de juros e valores autorizados no consignado do INSS?

A legislação define um teto ao juro cobrado, que atualmente é de 2,14% ao mês para empréstimo consignado INSS e 3,06% a.m. para o cartão de crédito consignado – ou seja, até 10 vezes menor do que a média do mercado. Segundo os dados atualizados do Banco Central, em apuração junto a 40 bancos, os valores variam significativamente entre as instituições, e por isso a pesquisa de taxas é importante para garantir a melhor oferta.

Quanto aos valores autorizados, os beneficiários da Previdência Social podem comprometer até 35% da renda líquida com operações de empréstimo. Por exemplo, para quem ganha um salário-mínimo, só será possível comprometer até R$ 424,20 com parcelas de empréstimo.

No caso do cartão de crédito consignado, pode-se comprometer mais 5% da renda líquida. No exemplo anterior, seria algo próximo a R$ 60. Tais valores de 35 e 5% configuram a chamada margem consignável.

Quais são as desvantagens do empréstimo consignado INSS?

O empréstimo consignado não pode ser contratado em limite superior ao teto (acima da margem consignável). Por isso, quem já usou a margem livre não poderá recorrer a novo empréstimo.

Outro ponto importante é que não há a opção de deixar de pagar os valores devidos: o desconto é automático, direto na folha de pagamento da aposentadoria ou pensão. Inclusive, é por esse motivo que o consignado é mais barato que qualquer outra linha de crédito pessoal.

E, importante ressaltar, não é todo mundo que pode fazer o consignado: esse tipo de empréstimo está disponível apenas para grupos pré-selecionados, como beneficiários do INSS, servidores públicos, militares e trabalhadores celetistas.

No caso do consignado INSS, é preciso ainda que o benefício seja consignável, ou seja, habilitado para este tipo de operação. São consignáveis os benefícios que se caracterizam por ser definitivo ou vitalício, como aposentadoria por idade, por invalidez ou pensão por morte. Já os temporários, como auxílio-doença, salário-maternidade e auxílio acidente, por exemplo, não são consignáveis.

Onde o aposentado deve ir fazer a solicitação do empréstimo consignado do INSS?

Atualmente, não é mais preciso que o aposentado ou pensionista vá até uma agência bancária para verificar as ofertas disponíveis, como era antigamente. É possível fazer isso sem sair de casa, por meio do celular, computador ou tablet, utilizando um simulador online gratuito, como da BX Blue. Assim, o beneficiário vê e compara ofertas de diversos bancos, além de enviar os documentos e contratar o empréstimo digitalmente.

É importante lembrar que não é preciso ser correntista do banco escolhido para contratar o empréstimo, o que permite ao consumidor optar pela oferta que melhor atende às suas necessidades – seja em termos de crédito liberado, de valor da parcela ou prazo de pagamento, por exemplo.

publicidade

É possível solicitar o consignado estando com o nome sujo?

Sim, é totalmente possível. O aposentado ou pensionista que quer contratar o empréstimo consignado INSS precisa apenas ter um benefício consignável, que esteja desbloqueado para empréstimo, e a margem livre.

Como os bancos têm a garantia de pagamento, por meio do repasse automático do INSS, podem dispensar a análise dos bureaux de crédito e liberar o empréstimo mesmo para quem tem o nome sujo.

Como cancelar um empréstimo consignado não autorizado?

Uma vez identificado qualquer problema por parte do consumidor, o INSS orienta a entrar em contato diretamente com a instituição financeira. Pode ser que o banco peça alguns documentos para averiguação.

É importante solicitar e anotar os protocolos de atendimentos a cada contato com a instituição financeira.

Se não for atendido, o aposentado ou pensionista pode abrir um chamado na Ouvidoria das próprias instituições. Ao se negar ou não dar qualquer retorno, pode procurar ainda a Ouvidoria do Banco Central ou ligar para o telefone 145 (Central do INSS), para registrar uma queixa. Outro ponto de contato para reclamação é a plataforma do governo Consumidor.gov.

É recomendado ainda registrar um Boletim de Ocorrência, que pode ser feito online. E também que o aposentado ou pensionista faça o bloqueio do benefício para empréstimo, direto no site ou app do Meu INSS, para evitar novas contratações fraudulentas, como por exemplo em caso de vazamento de dados pessoais.

Como esses empréstimos são feitos sem autorização?

Infelizmente, os golpistas criam novos esquemas a todo momento. Falsificação de documentos e assinaturas e uso de dados pessoais vazados estão entre as principais formas de contratação de empréstimo consignado fraudulento.

publicidade

E como faço para evitar cair em fraudes de empréstimo consignado?

Alguns cuidados que os aposentados e pensionistas podem tomar é jamais assinar contrato em branco ou fazer pagamentos e depósitos prévios, por exemplo. E ainda não divulgar para estranhos dados pessoais como senhas de banco e cartão de benefício.

Outro cuidado possível é manter bloqueado o benefício para empréstimo, impedindo assim a contratação fraudulenta. No momento que o beneficiário quiser um empréstimo consignado, basta desbloquear pelo site ou app do Meu INSS.

Como fazer um empréstimo consignado online e com segurança?

Ao se deparar com uma oferta de consignado online, o consumidor deve checar a reputação da empresa que está oferecendo a operação: por exemplo, verificar os dados no site do Banco Central e as informações disponíveis em páginas como do Reclame Aqui.

É preciso ainda atenção com ofertas mirabolantes, com taxas de juros irreais ou promessa de liberação do consignado para quem tem margem negativa.

E sempre que acessar o site de um banco ou correspondente bancário avaliar requisitos obrigatórios e de segurança como se a conexão do site é segura (representado pelo ícone do cadeado de segurança no topo da página) e se constam informações como razão social, CNPJ, endereço e contato.

publicidade

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!