Lula desmente informações sobre o CANCELAMENTO do PIX; entenda

O ex-presidente e candidato às eleições de 2022, Luiz Inácio Lula da Silva, desmentiu as informações sobre o cancelamento do PIX. Esta não é a primeira vez que este tipo de fake news é compartilhado e refutado. De acordo com o petista, a mentira é de autoria da família Bolsonaro. 

publicidade
Lula desmente informações sobre o CANCELAMENTO do PIX; entenda
Lula desmente informações sobre o CANCELAMENTO do PIX; entenda. (Imagem: FDR)

Lula explicou que a fake news envolvendo o cancelamento do PIX começou após um dos filhos do presidente, Carlos Bolsonaro, reproduzir a manchete de um site bolsonarista. A pauta afirmava que os banqueiros aguardavam a revogação de Lula quanto ao sistema de pagamentos instantâneos

Vale pontuar que, enquanto o Governo Bolsonaro se vangloria tentando levar o crédito pela criação do PIX, o próprio Bolsonaro apresenta um comportamento contrário. Seis meses após o lançamento da nova ferramenta, ele fez a seguinte declaração:

publicidade

“Não sei o que é PIX, não tomei conhecimento”.

O que é o PIX?

O PIX é o sistema de pagamentos instantâneos que opera em tempo real, com a promessa de que as transferências sejam concluídas em até 10 segundos. O sistema está disponível 24 horas por dia, sete dias por semana, até mesmo em finais de semana e feriados. 

Na prática, para realizar transações financeiras através deste sistema, é preciso cadastrar o que o BC chama de ‘chave PIX’. A entidade pré-determinou o uso de alguns dados como chave PIX, como;

  • E-mail;
  • Celular;
  • CPF;
  • Chave aleatória.

Uma das explicações para a alta adesão ao PIX consiste na facilidade de cobrança e pagamento por produtos vendidos ou serviços prestados. A agilidade nas transações financeiras, isenções de taxas e conveniência para pagamento via QR Code ou chave PIX também são vistas como vantagens nítidas deste sistema.

Como proteger a chave PIX

Apesar de o Banco Central ressaltar que não há riscos quanto ao vazamento das chaves PIX, este tipo de situação pode facilitar a ação de cibercriminosos. Com este tipo de informação em mãos, eles podem fazer o cruzamento com dados obtidos em vazamentos antigos, facilitando a invasão da conta bancária ou aplicação de golpes phishing

publicidade

No entanto, existem algumas dicas que, se colocadas em prática, podem evitar que os dados bancários sejam vazados. Na verdade, a dica é bem simples, tomar cuidado ao compartilhar a chave PIX, não fazer cadastros em sites que gerem qualquer desconfiança e evitar postar informações publicamente nas redes sociais. 

Contudo, se mesmo tomando todos esses cuidados, a chave PIX compôr um vazamento, é crucial se atentar às tentativas de golpe. Segundo o executivo-chefe de segurança da empresa de antivírus PSafe, Emilio Simoni:

“É preciso se atentar a qualquer movimentação desconhecida nos próximos meses e aos contatos que chegarem via SMS, aplicativos de mensagem ou redes sociais, mesmo que informem seus dados pessoais, pois eles podem ter sido vazados em outros incidentes de segurança”, declarou.

publicidade

Na opinião do advogado especialista em direito digital, Nagib Bakarat, o cliente que tenha sido afetado pelo vazamento da chave PIX tem o direito de exigir legalmente uma indenização pelo incidente.

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

Porém, é preciso estar ciente de que a Justiça tende a priorizar as vítimas de vazamentos que sofreram da apropriação de dados em fraude bancária.

publicidade

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Laura Alvarenga
Laura Alvarenga é graduada em Jornalismo pelo Centro Universitário do Triângulo em Uberlândia - MG. Iniciou a carreira na área de assessoria de comunicação, passou alguns anos trabalhando em pequenos jornais impressos locais e agora se empenha na carreira do jornalismo online através do portal FDR, onde pesquisa e produz conteúdo sobre economia, direitos sociais e finanças.