Alta no preço do LEITE modifica o café da manhã dos brasileiros; entenda

O tradicional café com leite consumido nos lares brasileiros tem encontrado uma dificuldade para se manter ativo: a alta nos preços. De acordo com uma reportagem do Jornal da Record, o comportamento da população tem mudado com a sequência de aumentos no valor cobrado pelo produto.

publicidade
Alta no preço do LEITE modifica o café da manhã dos brasileiros; entenda
Alta no preço do LEITE modifica o café da manhã dos brasileiros; entenda (Imagem: Montagem/FDR)

Em uma reportagem da edição do Jornal da Record de segunda-feira (25), consumidores foram entrevistados enquanto faziam suas compras em um supermercado. Todos admitiram que a compra do leite tem diminuído ou sido dispensada devido ao aumento de preço cobrado pelo produto.

Comprava sempre uma caixa [de leite] no mês, agora quando dá eu compro, quando não dá fico sem“, comentou Sandra Regina Perani. De acordo com a Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), chegou a quase 20% o aumento acumulado do valor do longa vida.

publicidade

Não é só o produto em si que acaba encarecendo e sendo dispensado do cardápio dos brasileiros, outros alimentos que levam o leite também sentem o reflexo. Foi o que Lilian Galli contou em entrevista ao Jornal da Record, a comerciante que gostava de fazer bolos, trocou a receita pela compra do doce já pronto.

Tudo está muito caro, farinha, ovo, então isso complica tudo pra você fazer. É mais você comprar quando eles põem um preço acessível“, explicou.

Ao jornal Itatiaia, uma consumidora informou que trocou o consumo do produto por outros, ou simplesmente não tem mais consumido. “Acabei de tirar o leite do carrinho. Desisti. Vamos fazer suco de fruta e café puro mesmo. Não tem jeito de comprar“, disse Antônia Alves.

Por que o valor do leite subiu?

Produtores explicam que a disparada no preço do leite está relacionada ao aumento dos custos de produção, além do período de entressafra, condição que deixa a pastagem mais difícil com a seca.

Não são apenas os consumidores finais que têm sentido os impactos, até mesmo os supermercados perceberam a diminuição na procura pelo produto. Florisvaldo Assis de Almeida diretor de uma rede de supermercados na Região Norte de Belo Horizonte, afirmou ao jornal Itatiaia, a diminuição foi de quase 50%.

O litro do leite longa vida pode ser encontrado a quase R$ 10 dependendo da marca. E não para por aí, uma nova alta deve ser vista em breve pelos consumidores com previsão de aumento de 15% na próxima semana.

publicidade

Nesta terça-feira (26), o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15 (IPCA-15). Além do aumento nos preços do leite longa vida (22,27%), seus derivados também sofreram.

Registraram alta no IPCA-15 de julho, a exemplo do requeijão (4,74%), da manteiga (4,25%) e do queijo (3,22%).

publicidade

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

Lila Cunha
Lila Cunha é formada em jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Atua como repórter especial para o portal FDR. É responsável por selecionar as informações abordadas e garantir o padrão de qualidade das notícias veiculadas. Além disso, trabalha com apuração de hard news desde 2019, cobrindo o universo econômico em escala nacional.