O que é a inflação? Por que os brasileiros estão sendo tão impactados por ela?

Pontos-chave
  • A inflação representa o aumento geral dos preços de bens e serviços;
  • Ela resulta em diminuição do poder de compra da moeda local;
  • A inflação negativa também tende a causar prejuízos.

A inflação tem sido um dos assuntos mais abordados pelos noticiários. Apesar de que muitos não saibam o significado deste termo, ela causa impacto em toda a população. Isso porque a inflação causa diminuição do poder de compra do dinheiro.

publicidade
FDR Responde: O que é a inflação? Por que os brasileiros estão sendo tão impactos por ela?
FDR Responde: O que é a inflação? Por que os brasileiros estão sendo tão impactos por ela? (Imagem: Montagem/FDR)

O que é a inflação?

A inflação significa o aumento dos preços de bens e serviços. Ela resulta em redução do poder de compra da moeda local, como o real. Isso ocorre porque o dinheiro não acompanha a alta dos valores aos consumidores.

A Inflação é medida pelos índices de preços. No Brasil, a inflação oficial é calculada pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). A apuração do IPCA é realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

publicidade

Essa taxa de inflação representa a variação do custo de uma “cesta de produtos e serviços” do IPCA durante algum período. Ou seja, o indicador estima o custo dessa cesta, que reflete padrões e hábitos de consumo de famílias brasileiras — com renda mensal entre 1 e 40 salários mínimos.

Estes são os itens que integram a cesta considerada pelo IPCA:

  • Alimentação
  • Habitação
  • Artigos de residência
  • Vestuário
  • Transporte
  • Saúde
  • Despesas pessoais
  • Educação
  • Comunicação

Vale destacar que a taxa de inflação do IPCA pode não ser igual a sentida pelos brasileiros no cotidiano. O motivo disso é porque a cesta do IPCA é uma aproximação da cesta de da maioria das famílias do país.

Cada família tem sua própria cesta de consumo. Sendo assim, a importância de cada despesa pode variar de família para família.

Consequências da inflação

A inflação causa grandes incertezas econômicas. Aumento dos preços ao consumidor desestimula os investimentos e, consequentemente, afeta negativamente o crescimento da economia.

publicidade

Há uma distorção dos preços relativos, de forma a causar diversas influências econômicas. A população perde noção dos valores relativos. Com isso, se torna difícil avaliar se algum produto ou serviço está caro ou barato.

De forma especial, a inflação tende a prejudicar mais a parcela mais pobre da população. isso porque essas pessoas contam com menos instrumentos financeiros para lidar com esses momentos.

Outra consequência é o aumento do custo da dívida pública. A razão é que as taxas de juros da dívida pública precisam compensar — não somente o reflexo da inflação — mas também deve inserir um prêmio de risco para compensar incertezas ligadas à inflação maior.

publicidade

Inflação negativa é boa?

Como forma de controlar a inflação, o principal instrumento usado pelo Banco Central é o aumento dos juros. No Brasil, a taxa básica de juros é a Selic. A autoridade monetária atua para manter baixa a inflação — e não para que os preços declinem.

O BC explica que é importante para o planejamento de todos que a projeção de preços cobrados seja relativamente estável durante o tempo — com baixa e previsível inflação.

Mesmo que pareça o contrário, a diminuição dos preços pode ser negativa para o bom funcionamento econômico. Por exemplo, um comerciante poderá ser afetado negativamente se ganhar menos amanhã pelo estoque que realizou hoje.

publicidade

No caso das famílias e empresas, elas poderão adiar suas decisões de investimento e consumo se existir a previsão de que os valores ficarão mais baixos amanhã. Este cenário deprimiria a atividade econômica.

Alguns fatores estão impactando a inflação recente aos brasileiros
Alguns fatores estão impactando a inflação recente aos brasileiros (Imagem: Montagem/FDR)

Por que os brasileiros estão sendo tão impactados pela inflação?

Recentemente, os brasileiros têm enfrentado uma escalada da inflação. No acumulado dos últimos 12 meses até junho, a inflação oficial do país chegou a 11,89%. Nos 12 meses imediatamente anteriores, o indicador tinha sido de 11,73%.

publicidade

Em junho, todos os nove grupos de produtos e serviços pesquisados pelo IBGE registraram elevação.

De acordo com o gerente da pesquisa, Pedro Kislanov, a inflação recente foi puxada pelos aumentos nos valores dos alimentos para consumo fora do domicílio, com destaque para a refeição e o lanche.

“Assim como outros serviços que tiveram a demanda reprimida na pandemia, há também uma retomada na busca pela refeição fora de casa. Isso é refletido nos preços”, explica Kislanov.

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

publicidade

O pesquisador ainda citou outro motivo para o resultado recente da inflação: o aumento no plano de saúde. No mês de maio, a Agência Nacional de Saúde Complementar (ANS) autorizou reajuste de até 15% nos planos individuais — com vigência até abril de 2023.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Silvio Souza
Silvio Suehiro Souza é formado em Comunicação Social - Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Desde 2019 dedica-se à redação do portal FDR, onde tem acumulado experiência e vasto conhecimento na área ligada a economia, finanças e investimentos. Além disso, Silvio produz análises sobre produtos e serviços financeiros, sempre prezando pela imparcialidade e informações confiáveis.