INFLAÇÃO retira ESTES ALIMENTOS das prateleiras dos SUPERMERCADOS

A alta da inflação já não é mais uma novidade para o consumidor brasileiro que tem se visto obrigado a se adaptar ao poder de compra cada vez menor. Diante da escalada dos preços, o novo fenômeno que vem sendo notado é a retirada de alimentos das prateleiras dos supermercados.

publicidade

A ruptura na cadeia produtiva de produtos revela o quão grande tem sido o impacto da inflação na indústria e no varejo. A situação se dá não só mediante a queda na demanda que resulta em menores pedidos das redes de supermercados aos produtores, mas também em decorrência do aumento nos custos de produção.

Reflexos da inflação nos produtos vai além da alta de preços 

De acordo com levantamento feito pela Neogrid, o índice geral de rupturas, ou seja, produtos que faltam nas prateleiras, teve uma queda de 0,5% entre maio e junho, saindo de 11,5% para 11%.  O percentual aponta as faltas percentuais que ocorrem devido aos estoques menores e entregas demoradas.

Os números de estoque são cada vez menores e partem de um estudo dos varejistas do consumo dos clientes. Uma demanda seguida mais à risca, sem sobras e em algumas vezes com faltas.

publicidade

A Associação Brasileira de Supermercados (Abras) aconselha aos associados que a negociação com a indústria seja realizada de maneira ainda mais intensa, com objetivo de entender os aumentos dos preços e identificar possíveis altas abusivas. 

A demanda menos aquecida tem sido uma das maiores responsáveis pela falta dos produtos nas prateleiras, uma vez que as negociações dos supermercados com a indústria por novos produtos estão menos frequentes e exigindo maior tempo de conversação.

Faltam produtos nas prateleiras dos supermercados, inflação é a causa

Diante dos impactos causados pela alta inflação, alguns produtos se encontram cada vez mais escassos nas prateleiras. É o caso do leite longa vida que em junho atingiu a maior marca de indisponibilidade em um ano e segundo maior desde janeiro de 2019. Os dados da Neogrid revelam que a falta do produto nos supermercados marcou 19,4% no último mês.

Além do leite, outro produto que também registrou alta de ruptura em junho foi o ovo, com 19,4%, a segunda maior marca do ano

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

Hannah Aragão
Hannah Aragão é graduanda em jornalismo pela Universidade Federal de Pernambuco, a UFPE. Atuou em diversas áreas da comunicação, passando por assessoria, endo marketing, comunicação estratégica e jornalismo impresso. Atualmente, se dedica ao jornalismo online na produção de matérias para o portal FDR.