Foi vítima de algum golpe envolvendo o Pix? Nestes casos você poderá reaver o seu dinheiro

Desde a criação do sistema Pix, milhões de brasileiros puderam realizar transações com mais facilidade. Em meio ao crescimento desse sistema de pagamento, criminosos também aproveitaram para aplicar golpe. Para quem foi vítima de fraude, pode haver a possibilidade de reaver o dinheiro.

publicidade
Foi vítima de algum golpe envolvendo o Pix? Nestes casos você poderá reaver o seu dinheiro
Foi vítima de algum golpe envolvendo o Pix? Nestes casos você poderá reaver o seu dinheiro (Imagem: Montagem/FDR)

Os consumidores são os meios pelos quais acontece golpe envolvendo o Pix. O grande mecanismo que afeta as vítimas são a “engenharia social”. Isso consiste em persuadir a pessoa a compartilhar dados pessoais e informações bancária. Nesse caso, os criminosos convencem o cidadão a realizar um Pix.

Possibilidade de devolução do dinheiro em caso de golpe envolvendo o Pix

Segundo apurado pelo InfoMoney, dependendo do caso, o banco pode devolver o dinheiro em caso de golpe envolvendo o Pix. As instituições podem avaliar, cada caso, individualmente.

publicidade

Mesmo que não exista a possibilidade de cancelamento de Pix, atualmente há o chamado Mecanismo Especial de Devolução (MED). Este é um conjunto de regras e procedimentos operacionais que instituições participantes devem seguir — para confirmar uma devolução de dinheiro via Pix.

O mecanismo funciona em casos específicos: quando existe suspeita de utilização do Pix para fraude; em falha operacional no sistema de quaisquer participantes envolvidos na transação.

Ele viabiliza a devolução de um Pix a partir do participante recebedor. Todas as instituições participantes do Pix devem ter esse mecanismo funcionando.

Para fazer o pedido, a pessoa deve entrar em contato com o banco. Em seguida, será necessário registrar um boletim de ocorrência na hipótese de fraudes — e, em ambos os casos, avisar imediatamente a instituição via canal de atendimento oficial.

O cidadão pode abrir somente uma solicitação de MED por transação Pix. Segundo o Banco Central, nas situações de roubos de dispositivos, também pode ser acionado o MED.

O BC também criou o recurso chamado bloqueio cautelar. Ele se configura quando a própria instituição detentora da conta do recebedor (nessa situação, o criminoso que recebe o Pix da vítima) suspeita de fraude.

publicidade

Essa medida permite que, no ato do crédito na conta, a instituição bloqueie preventivamente os recursos por até 72 horas.

Em casos de golpe envolvendo esse sistema da pagamentos, o cliente que enviou o PIx tem 80 dias, a partir da data da transação, para informar a instituição financeira sobre o ocorrido.

Situação em que a conta que recebeu o Pix já sacou o dinheiro roubado

Neste caso, existe a dificuldade de rastrear a operação. Isso porque não existe mais valores para serem recuperados. O Banco Central explica que, no caso do MED, somente se os recursos forem recuperados na segunda conta (a recebedora).

publicidade

De qualquer modo, com um boletim de ocorrência, além de comunicar o banco, aumentam as possibilidades de reembolso. Segundo o BC, cabe ao prestador de serviço de pagamento a análise do caso de fraude — e o possível ressarcimento.

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

Caso não seja solucionada a situação, a recomendação é de buscar o Procon ou Poder Judiciário do estado. A pessoa ainda tem a opção de registrar uma reclamação no Banco Central contra a instituição em que ela — ou o golpista — possui conta. Isso por meio do Fale Conosco do Banco Central.

publicidade

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Silvio Souza
Silvio Suehiro Souza é formado em Comunicação Social - Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Desde 2019 dedica-se à redação do portal FDR, onde tem acumulado experiência e vasto conhecimento na área ligada a economia, finanças e investimentos. Além disso, Silvio produz análises sobre produtos e serviços financeiros, sempre prezando pela imparcialidade e informações confiáveis.