Eleições 2022: Anitta releva seu voto e admite fazer campanha para o seu candidato

Estes últimos meses pré eleições 2022 compõem um cenário político conturbado em meio a palanques, manifestações artísticas e cíveis. Em meio à liberdade de expressão há quem assegura apoio fiel a um candidato e comete atrocidades.

publicidade
Eleições 2022: Anitta releva seu voto e admite fazer campanha para o seu candidato
Eleições 2022: Anitta releva seu voto e admite fazer campanha para o seu candidato. (Imagem; FDR)

Foi o que aconteceu na noite do último sábado (9), quando Marcelo Arruda foi baleado durante a comemoração do aniversário dele em Foz do Iguaçu. Os tiros foram disparados em um ataque promovido por Jorge Guaranho, um cético apoiador do presidente da República, Jair Bolsonaro, já em clima de eleições 2022

O ataque foi motivado pelo fato de Arruda atuar como tesoureiro do PT, partido rival de Bolsonaro e, consequentemente, odiado pelos respectivos eleitores. A atitude de Guaranho é reflexo da intensa e intolerável campanha política desencadeada por Bolsonaro em 2018

publicidade

Durante esses últimos anos, artistas se aproveitaram da voz diante do público para expressar posicionamentos políticos, sobretudo, contrário ao governo de Bolsonaro, e adotam a mesma tática no cenário pré eleições 2022. A cantora Anitta é uma delas e ficou indignada ao tomar conhecimento sobre o ataque do último final de semana. 

A cantora então publicou uma série de tweets a respeito do assunto na tarde desta segunda-feira (11). Ela descreveu o ataque como uma ação antidemocrática, agressiva e aterrorizante. 

“Pois muito que bem. Eu havia falado aqui nas redes que não apoiaria Lula nas eleições por querer algo novo e diferente para que o Brasil experimente um meio termo entre os ideais da população dos dois lados e realmente pudesse tentar algo diferente do que já vimos no passado”, comentou Anitta.

Anitta completou dizendo que, motivada pelas atrocidades cometidas por eleitores bolsonaristas, decidiu declarar o voto aberto ao ex-presidente e pré-candidato às eleições 2022, Luiz Inácio Lula da Silva. Lembrando que no final de junho a cantora afirmou que ainda não havia decidido em quem votaria no pleito eleitoral deste ano. 

“Não sou petista e nunca fui. Mas este ano estou com Lula e quem quiser minha ajuda pra fazer ele bombar aqui na Internet, tik tok, Twitter, instagram é só me pedir que estando ao meu alcance e não sendo contra lei eleitoral eu farei”, afirmou.

Como resposta, o perfil de Lula no Twitter compartilhou a publicação de Anitta com a seguinte mensagem: “Vamos juntos envolver o Brasil”, fazendo referência ao hit de Anitta, Envolver

publicidade

Pesquisa de preferência às Eleições 2022

Pesquisa realizada pelo Instituto FSB quanto ao cenário mais promissor para as eleições 2022 mostra Lula e Bolsonaro à frente dos demais candidatos. Na análise percentual, o ex-candidato Luiz Inácio Lula da Silva continua sendo o favorito entre os eleitores com 41% das intenções de voto.

Apesar da queda em dois pontos percentuais em relação à última pesquisa, Lula continua deixando o atual presidente e também pré-candidato às eleições 2022 em segundo lugar. Os novos dados indicam uma distância de nove pontos entre ambos os candidatos, lembrando da margem de erro de dois pontos percentuais para mais ou para menos. 

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

É importante destacar que a pesquisa para as eleições 2022 ouviu dois mil eleitores por telefone entre os dias 8 a 10 de julho. O índice de confiança no levantamento é de 95% e a pesquisa foi registrada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

publicidade

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Laura Alvarenga
Laura Alvarenga é graduada em Jornalismo pelo Centro Universitário do Triângulo em Uberlândia - MG. Iniciou a carreira na área de assessoria de comunicação, passou alguns anos trabalhando em pequenos jornais impressos locais e agora se empenha na carreira do jornalismo online através do portal FDR, onde pesquisa e produz conteúdo sobre economia, direitos sociais e finanças.