Valor do Aluguel poderá ser deduzido no Imposto de Renda: como vai funcionar?

Nesta terça-feira (5), a Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado aprovou a dedução de gastos com alugueis residenciais no Imposto de Renda, nos próximos cinco anos. A medida também prevê isenção de 75% sobre o IR para os proprietários dos imóveis.

publicidade
Novidade! Valor gasto com aluguel poderá ser deduzido no Imposto de Renda
Novidade! Valor gasto com aluguel poderá ser deduzido no Imposto de Renda (Imagem: Montagem/FDR)

A proposta que prevê dedução de valor gasto com aluguel no Imposto de Renda, de autoria do senador Alexandre Silveira (PSD-MG) seguirá para Câmara dos Deputados, se nenhum senador solicitar recurso. Caso contrário, o texto passará pelo Plenário do Senado.

Se a proposta for aprovada na Câmara, valerá até 2027. A medida não possibilita a dedução de gastos acessórios, como taxas de condomínio, Imposto sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana (IPTU) e demais tributos relacionados ao imóvel.

publicidade

Na outra ponta, o a proposta dobra a multa para as pessoas que não pagarem, não declararem, omitirem ou falsearem o recebimento de aluguéis. O valor seria de 150% do imposto devido. O relator do texto foi o senador Mecias de Jesus (Republicanos-RR).

Ao longo da sessão, alguns senadores chegaram a questionar o autor do projeto sobre o mérito de parcela do texto, especialmente relativo aos benefícios oferecidos aos proprietários de imóveis.

Em resposta, Silveira afirmou que o texto, justamente, busca estimular o pagamento de impostos e, assim, inibir a sonegação.

Objetivo do projeto que deduz valor gasto com aluguel no Imposto de Renda

Segundo Alexandre Silveira, o projeto via isentar o cidadão que comprove que não possui outro imóvel e que pague aluguel. Ele destaca que a proposta deduzirá o valor com aluguel da moradia no Imposto de Renda.

O autor do projeto alega que o movimento presenciado com a pandemia de coronavírus impactou a renda da população. conforme ele, esse projeto ajudará, especialmente, as famílias com mais dificuldades financeiras.

De acordo com a Pesquisa de Orçamentos Familiares 2017-2018 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a maior despesa familiar do orçamento é com habitação, chegando a 36,6%.

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

publicidade

Proporcionalmente, as famílias mais pobres têm gasto maior com habitação, de 39,2% da despesa total. Vale destacar que, atualmente, não existe dedução no Imposto de Renda dessas despesas.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Silvio Souza
Silvio Suehiro Souza é formado em Comunicação Social - Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Desde 2019 dedica-se à redação do portal FDR, onde tem acumulado experiência e vasto conhecimento na área ligada a economia, finanças e investimentos. Além disso, Silvio produz análises sobre produtos e serviços financeiros, sempre prezando pela imparcialidade e informações confiáveis.