Cada vez mais comuns, aplicativos terão que explicar cancelamentos de corridas

Já tentou solicitar uma corrida em aplicativos de transporte como Uber e 99 e ela foi cancelada? A partir de agora, as prestadoras desde tipo de serviço terão que prestar esclarecimentos para a Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon) sobre os motivos que fazem com que os motoristas cancelem as viagens solicitadas.

publicidade

As empresas receberam a notificação no último dia 20 e tem um prazo de dez dias para responder. Um dos objetivos da medida é o de entender se são aplicadas punições para os motoristas parceiros que cometem irregularidades e saber qual é a política sobre os cancelamentos.

Através das redes sociais, é muito comum aparecer queixas de usuários a respeito de  preços maiores do que os inicialmente previstos, dificuldades pare receber reembolsos e para entrar em contato com representantes das companhias, assim como cancelamentos sem motivos por parte dos motoristas.

A Senacon disse ainda que “supostas práticas têm sido amplamente noticiadas pela imprensa”.

publicidade

A Uber disse através de uma nota que irá “responderá todos os esclarecimentos solicitados pela Secretaria Nacional do Consumidor no prazo estabelecido pelo órgão.” A empresa destacou uma diretriz interna que determina que o grande número de cancelamentos vindo dos motoristas viola o Código da Comunidade, e que profissionais encarregados analisam a situação todos os dias. 

“Motoristas parceiros são profissionais independentes e, assim como os usuários, podem cancelar viagens quando julgam necessário. Cancelamentos excessivos, porém, representam abuso do recurso e configuram violação ao Código da Comunidade por mau uso da plataforma, pois atrapalham o seu funcionamento e prejudicam intencionalmente a experiência dos demais usuários e motoristas. A Uber tem equipes, processos e tecnologias próprias que revisam constantemente os cancelamentos para identificar suspeitas de abusos que violam o Código da Comunidade e, quando são comprovadas, banir as contas envolvidas” disse o Uber.

A 99, por sua vez, disse que até o momento não recebeu nenhuma notificação da Senacon. 

Uber

Uber Technologies Inc. é uma empresa multinacional americana, prestadora de serviços eletrônicos na área do transporte privado urbano, através de um aplicativo de transporte que permite a busca por motoristas baseada na localização, em inglês e-hailing, oferecendo um serviço semelhante ao tradicional táxi.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

Paulo Amorim
Paulo Henrique Oliveira é formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo. Atua como redator do portal FDR, onde já cumula vasta experiência e pesquisas, produzindo matérias sobre economia, finanças e investimentos.