Bolsonaro incluí armamento no modelo dos EUA em seu plano de governo

O presidente da República, Jair Bolsonaro (PL) disputará a reeleição neste ano de 2022. Em entrevista divulgada na última quinta-feira, 30, afirmou que pretende ampliar o acesso a arma de fogo no Brasil. Para isso, deve seguir os moldes da legislação adotada nos Estados Unidos para porte de armas.

publicidade
Bolsonaro incluí armamento no modelo dos EUA em seu plano de governo
Bolsonaro incluí armamento no modelo dos EUA em seu plano de governo (Imagem: FDR)

A entrevista de Bolsonaro foi concedida ao jornalista conservador americano Tucker Carlson da emissora Fox News. Ao relacionar o porte de armas ao modelo dos Estados Unidos, o presidente deixa claro o interesse em tornar mais permissivo o acesso ao armamento. 

Quando questionado o motivo pelo qual não adotou as novas regras já nesta gestão, o presidente afirmou que a razão foi a oposição que encontra no Congresso. Mas, garantiu que caso seja reeleito esta promessa eleitoral vai ganhar avanço.

publicidade

“Se reeleito, se tudo correr bem, teremos um apoio substancial no Congresso. Seremos capazes de aprovar leis sobre armas de fogo nos mesmos moldes do que nos EUA“, afirmou Bolsonaro.

No mesmo dia, em uma transmissão ao vivo em suas redes sociais, o presidente comemorou que em seu governo houve aumento no número de lojas que oferecem armas de fogo. Segundo os seus cálculos, houve crescimento de 70% deste segmento desde 2019.

Armamento faz parte da campanha pró Bolsonaro

Ao rivalizar sua campanha com a do ex-presidente Lula (PT), Bolsonaro chegou a dizer na transmissão ao vivo, que caso seja eleito, o candidato petista poderá transformar clubes de tiro em bibliotecas“.

Não se esqueçam que o outro cara, o de nove dedos, falou que vai acabar com a questão do armamento no Brasil, tá? Vai recolher as armas, clube de tiro vai virar… vai virar biblioteca. Como se ele fosse algum exemplo para isso“, afirmou o presidente.

Não é de hoje que o armamento tem sido usado na campanha pró Bolsonaro. Em outros momentos o presidente afirmou o interesse em armar a população. Isso, ao insinuar que seus apoiadores deveriam pegar em armas para que pudessem “preservar a democracia”.

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

Apoiadores e aliados políticos também defendem a mesma posição. Nomes como Carla Zambelli (PL-DF) e Daniel Silveira (PTB-RJ), deputados federais, têm feito postagens em suas redes sociais de fotos em que estão armados.

publicidade

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Lila Cunha
Lila Cunha é formada em jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Atua como repórter especial para o portal FDR. É responsável por selecionar as informações abordadas e garantir o padrão de qualidade das notícias veiculadas. Além disso, trabalha com apuração de hard news desde 2019, cobrindo o universo econômico em escala nacional.