Se você mora em um destes quatro estados você deve preferir abastecer com etanol ao invés de gasolina

Em quatro estados brasileiros, o etanol permaneceu mais competitivo que a gasolina, são eles: Goiás, Mato Grosso, Minas Gerais e São Paulo. Esta informação é da pesquisa realizada semanalmente pela ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis) compilado pelo AE-Taxas.

publicidade

Segundo os critérios, para ser considerado a melhor escolha, o etanol de cana ou de milho, por possuir menos poder calorífico, necessita de um preço limite de 70% ante ao derivado de petróleo nos postos.

A paridade ficou em 64,52% em Goiás; em 63,05% em Mato Grosso; em 65,12% em Minas Gerais e, por fim,  de 64,91% em São Paulo. Em média, nos postos consultados no Brasil todo, o biocombustível está com paridade de 65,94% em comparação com a gasolina, o que o deixa mais favorável.

Preços em queda

Em média, os preços do etanol hidratado vem caindo nas últimas semanas em todo o país, acumulando uma redução de 6,72% em um mês. Neste período, São Paulo foi o estado que mais teve queda, com 8,43%.

publicidade

Na semana passada, o preço do etanol foi reduzido em 16 estados e aumentou em outros 10 e no Distrito Federal. Isto fez o preço médio do país cair 0,75%, saindo de R$ 4,910 para R$ 4,873 o litro. 

Situação é melhor em SP

O maior estado produtor e consumidor de etanol, São Paulo, e com a maior quantidade de postos pesquisados pela ANP, teve uma redução de 0,64%, saindo de de R$ 4,556 para R$ 4,527). Roraima, por sua vez, foi o local com a queda mais significativa no porcentual na semana (4,12%), de R$ 6,286 para R$ 6,027 o litro.

O preço do litro do etanol mais baixo encontrado pela ANP foi em um posto de São Paulo, com R$3,89, e o preço médio estadual mais baixo foi encontrado no Mato Grosso R$4,493. O Rio Grande do Sul, por sua vez, possui o preço médio estadual mais alto, com R$6,503 e também o maior preço coletado (R$ 7,89).

Qual combustível vale mais a pena?

Para saber a resposta existe uma conta básica para os consumidores compreenderem o que é melhor para o seu carro. De acordo com a regra, se o preço do etanol corresponder a até 70% do preço da gasolina, a melhor escolha é o álcool.

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

A fórmula para o cálculo é o seguinte: divida o valor do desempenho do álcool pelo desempenho da gasolina. Caso seu veículo roda, por exemplo,  7,2 km/litro com álcool e 10 km/l com gasolina, temos 0,72 ou 72% de rendimento com álcool (7,2 dividido por 10).

publicidade

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Paulo Amorim
Paulo Henrique Oliveira é formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo. Atua como redator do portal FDR, onde já cumula vasta experiência e pesquisas, produzindo matérias sobre economia, finanças e investimentos.