População de país que adotou o bitcoin como moeda oficial está ‘desesperada’

Em 7 de setembro do ano passado, El Salvador, um pequeno país da América Central com 6,45 milhões de habitantes, se tornou o primeiro do mundo a adotar o bitcoin como moeda oficial. À época, a novidade foi anunciada como uma estratégia para dinamizar a economia local e atrair investidores estrangeiros. O bitcoin, por seu lado, vivia um momento de alta, tendo ultrapassado os US$ 60 mil (R$ 308 mil) ainda em setembro.

publicidade

Porém, mais de 9 meses depois, a situação é muito diversa. As criptomoedas como um todo entraram no chamado “inverno cripto”, com fuga em massa de investidores para ativos mais estáveis. O impacto sobre o bitcoin, principal moeda do mercado, foi severo: atualmente, ele já é cotado na faixa de US$ 17 mil (R$ 87 mil), sem perspectiva de reverter a desvalorização no curto prazo.

E assim como o bitcoin derreteu, as reservas adquiridas por El Salvador nessa criptomoeda também derreteram. O governo do país comprou “com vantagem” mais de US$ 100 milhões (R$ 515 milhões) em bitcoin nos últimos meses. Essa quantia, agora, vale 50% menos.

Investidores já temem, inclusive, que o país não seja capaz de pagar seus títulos de dívida pública, ainda mais considerando a existência de déficits fiscais recorrentes.

publicidade

O FMI (Fundo Monetário Internacional) alertou El Salvador, em mais de uma ocasião, que adotar o bitcoin como moeda oficial não era uma medida prudente. Em 25 de janeiro, por exemplo, a instituição exortou o governo do país a voltar atrás, apontando os riscos para “a estabilidade financeira, a integridade financeira e a proteção do consumidor, assim como as possíveis contingências fiscais” que a moeda digital poderia causar.

Presidente pede “paciência”

No último domingo (19), o presidente de El Salvador, Nayib Bukele, um dos maiores entusiastas da adoção do bitcoin como moeda oficial, usou o Twitter para tentar acalmar a população frente à pesada desvalorização da criptomoeda.

“Vejo que algumas pessoas estão preocupadas ou ansiosas com o preço de mercado do bitcoin. Meu conselho: pare de olhar para o gráfico e aproveite a vida. Se você investiu em BTC [bitcoin], seu investimento é seguro e seu valor crescerá imensamente após o mercado em baixa. Paciência é a chave”, escreveu Bukele.

População desaprovava bitcoin

Pesquisas realizadas à época da adoção do bitcoin como moeda oficial em El Salvador mostravam uma grande desaprovação à medida pela população.

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

Um estudo da Universidade Centro-Americana apontou que 82,8% dos salvadorenhos tinham pouca ou nenhuma confiança na criptomoeda, enquanto 71,2% afirmaram que continuariam a usar apenas o dólar, moeda oficial do país há duas décadas.

publicidade

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Amaury Nogueira
Amaury da Silva Nogueira é bacharelando em Letras/Edição pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Apaixonado pelo universo da escrita, atua há dois anos como redator e realiza pesquisas sobre história da edição no Brasil. Além disso, atualmente pesquisa também sobre direitos e benefícios sociais para agregar conhecimento na redação do portal de notícias FDR.