Seguro de compras: o que é? Como saber se meu cartão de crédito tem? Vale a pena?

Pontos-chave
  • Algumas bandeiras de cartão oferecem seguro de compras;
  • As condições para o benefício variam conforme a bandeira e tipo do cartão;
  • O consumidor deve se atentar às finanças antes de aproveitar o recurso.

Como forma de atrair clientes, algumas bandeiras de cartão de crédito oferecem seguro de compras. Esses benefícios podem ser por meio ou da proteção de preços ou proteção de compra. Os recursos possibilitam reembolso em situações específicas, segundo apurado pela Folha de S. Paulo.

publicidade
Seguro de compras: o que é? Como saber se meu cartão de crédito tem? Vale a pena?
Seguro de compras: o que é? Como saber se meu cartão de crédito tem? Vale a pena? (Imagem: Montagem/FDR)

O que é o seguro proteção de preços e proteção de compra?

O seguro proteção de preços é um benefício que funciona como um reembolso da diferença da quantia paga, caso o consumidor encontre o mesmo item por um valor menor. O prazo para identificar o mesmo produto por um preço mais vantajoso varia conforme a bandeira do cartão de crédito.

Além disso, de modo geral, o cliente precisa apresentar documentos que comprovem a aquisição e a oferta nova por um preço menor. Outro ponto é que a compra original deve ser realizada totalmente com o cartão que oferece o seguro.

publicidade

Já o seguro proteção de compra vale para casos de furto qualificado, roubo ou danos físicos ao bem comprado com o cartão. O benefício tem validade por algum período depois da compra feita com o respectivo cartão de crédito.

Esse benefício possibilita o reembolso, substituição ou conserto do produto. De qualquer forma, também vale ressaltar que as condições, valor da indenização e bens elegíveis variam conforme as bandeiras e tipos de cartão de crédito.

Como saber se meu cartão de crédito tem seguro de compras?

A disponibilização do seguro de compras depende da bandeira e do modelo do cartão. Ou seja, nem todos os modelos existentes no mercado oferecem esse benefício — o que exige melhor apuração pelo interessado.

Com relação ao seguro proteção de preços, atualmente, estes são os cartões que oferecem o recurso:

  • Visa: cartões Gold, Platinum, Signature e Infinite
  • Mastercard: cartão Gold

Já no caso do seguro proteção de compra, estes são os cartões que disponibilizam a vantagem:

publicidade
  • Visa: cartões Gold, Platinum, Signature e Infinite
  • Mastercard: cartões Gold e Black
  • American Express: cartões Gold e Platinum do Santander
  • Elo: cartões Elo Mais, Elo Grafite, Elo Nanquim e Elo Diners Club

Além disso, vale destacar que as condições para aproveitar os benefícios, e também os bens elegíveis, variam de acordo com as instituições. Sendo assim, é recomendável que o interessado acesse o site das respectivas bandeiras para descobrir os detalhes — e também possíveis mudanças de cartões elegíveis.

O consumidor deve considerar alguns detalhes financeiros antes de decidir se o seguro de compras vale a pena
O consumidor deve considerar alguns detalhes financeiros antes de decidir se o seguro de compras vale a pena (Imagem: Montagem/FDR)
publicidade

O seguro de compras vale a pena?

De modo geral, para quem costuma comprar bastante — sem ultrapassar seus limites financeiros —, o seguro de compras pode valer a pena. Ao ter acesso a esse benefício, o consumidor pode contar com uma segurança a mais.

No entanto, o interessado deve tomar alguns outros cuidados. Isso porque os cartões podem variam condições específicas e taxas. Alguns destes podem ter cobrança de anuidade, por exemplo — o que pode não ser benéfico dependendo das condições da pessoa.

Conforme citado, o cliente deve realizar as compras de forma consciente. Ou seja, apesar de existir o seguro de compras para ajudar em alguns casos, a pessoa não deve fazer com que isso afete suas finanças e resulte em endividamento.

publicidade

À Folha, o economista e planejador financeiro, Bruno Mori, destaca que essas promoções são realizadas para atrair clientes, no entanto, não podem ser ponto determinante para que seja adquirido o produto.

Primeiro tenho de ter as coisas organizadas e depois, se for algo que sei lidar, focar os benefícios do cartão, informa o especialista.

De acordo com dados do Banco Central, as taxas de juros do rotativo do cartão de crédito, por mês, podem chegar a 22,47%. Em meio a essa alta cobrança, a situação do consumidor pode se tornar uma ‘bola de neve’, caso não consiga pagar as contas em dia.

publicidade

Em abril, o nível de endividados chegou a 77,7%, segundo a Pesquisa de Endividamento e Inadimplência (Peic), da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC). Este é o maior patamar desde o começo da pesquisa, em janeiro de 2010.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

Silvio Souza
Silvio Suehiro Souza é formado em Comunicação Social - Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Desde 2019 dedica-se à redação do portal FDR, onde tem acumulado experiência e vasto conhecimento na área ligada a economia, finanças e investimentos. Além disso, Silvio produz análises sobre produtos e serviços financeiros, sempre prezando pela imparcialidade e informações confiáveis.