Vítima do falso boleto receberá indenização de R$ 10 mil; como solicitar?

O golpe do falso boleto fez mais uma vítima. No entanto, para esta pessoa, o prejuízo foi ressarcido já que, segundo uma decisão da 5ª Câmara de Direito Privado do Tribunal de Justiça de São Paulo que manteve a sentença da juíza Luciana Mendes Simões, da 4ª Vara Cível do Foro Regional da Penha de França, a vítima será indenizada em cerca de R$10 mil pelo banco.

A vítima, que é cliente de um plano de saúde, recebeu um boleto falso para pagamento do serviço. No entanto, após o pagamento, ela foi notificada pelo débito em aberto e se deu conta que havia pago um boleto falso. Para que o serviço não fosse cancelado, ela teve que pagar o boleto verdadeiro.

De acordo com o relator do recurso, o desembargador Ramon Mateo Júnior, a vítima sofreu dano moral e material e o banco foi o culpado pelo “vazamento de dados sigilosos, permissão de cadastramento e emissão de boleto e autorização de pagamento de título falso”. De acordo com o processo, o banco em questão foi o Bradesco.

Como saber se o boleto é falso

De acordo com a Proteste, entidade de proteção ao consumidor, as pessoas precisam ficar atentas para conseguir identificar os falsos boletos.

O primeiro ponto de atenção é se os últimos dígitos do código de barras são correspondentes ao valor a ser pago e se os primeiros dígitos são iguais ao código do banco emissor.

Porém, se o consumidor já tiver pago o boleto falso, ele precisa agir rápido e comunicar  o banco onde efetuou o pagamento sobre a fraude. Desta forma, o banco pode cancelar a transferência caso ela ainda esteja como pendente.

Os brasileiros devem ficar atentos pois a quantidade de golpes aplicados não para de crescer. Desconfie de mensagens estranhas com links que receber no celular ou email, sempre observe o código de barras de boletos e tenha cuidado ao efetuar ou receber transações via PIX.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Paulo Amorim
Paulo Henrique Oliveira é formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo. Atua como redator do portal FDR, onde já cumula vasta experiência e pesquisas, produzindo matérias sobre economia, finanças e investimentos.