Dia dos Namorados 2022: conheça valiosas dicas para não cair em golpes online

No dia 12 de junho, acontece o Dia dos Namorados 2022. Nessa data, as compras por e-commerce tendem a aumentar bastante. Ao mesmo passo, também há aumento nos casos de golpes. Para não ser enganado, conheça dicas para não cair em golpes online no Dia dos Namorados 2022.

Dia dos Namorados 2022: conheça valiosas dicas para não cair em golpes online
Dia dos Namorados 2022: conheça valiosas dicas para não cair em golpes online (Imagem: Montagem/FDR)

Em meio à tendência do e-commerce que vem acontecendo nos últimos anos, as lojas devem se atentar às tentativas de fraudes no Dia dos Namorados.
Diante disso, a plataforma antifraude transacional Legiti elaborou uma série de dicas para ajudar os consumidores a não caírem em fraudes nessa data.

Segundo o cofundador e CEO da empresa, Pedro Sanzovo, a mais eficiente estratégia de proteção contra golpes em negócios digitais é a mistura de inteligência artificial e humana.

Sanzovo explica que, atualmente, para agir, os golpistas usam variadas e complexas estratégias. Assim, “não há como se defender só com base na intuição, sem uma arquitetura de dados de última geração”.

O executivo ainda destaca a importância de “que tanto empreendedores como consumidores entendam que medidas contra esses ataques precisam ser tomadas antes deles acontecerem, não como consequência”. Isso porque “em muitos casos, os danos financeiros podem ser irreversíveis”.

No entendimento do CEO da Legiti, os comércios com modelos preditivos e machine learning são determinantes para antecipar fraudes no e-commerce.

O executivo considera essencial que os negócios digitais tenham parceiros estratégicos em toda a jornada de compra e venda.

Conforme ele, “se a loja possuir uma ciência de dados e líderes que tratam o assunto com seriedade, não recorrendo a sistemas antifraude simplórios, a chance de sofrer prejuízos nas datas comemorativas diminui drasticamente”.

Dicas para não cair em golpes online no Dia dos Namorados

De qualquer modo, os clientes também não podem baixar a guarda. Eles precisam se atentar para não caírem em golpes digitais. Conforme a Legiti, estas são cinco modos para as pessoas se precaverem de crimes digitais durante as compras no Dia dos Namorados:

1. Comprar em lojas de confiança

Saber quem está do outro lado é a primeira etapa para a pessoa fazer uma compra segura.

Conforme Sanzovo, “negócios que possuem bons sistemas antifraude e práticas contra golpes online são transparentes sobre o assunto”. Devido a isso, “antes de comprar, é fundamental que o cliente pesquise sobre a loja e tenha a certeza sobre os procedimentos do serviço que ela oferece”, alega.

2. Não clicar em links suspeitos

Assim como as empresas íntegras não escondem informações dos clientes, elas também são claras na hora da interação.

“Mensagens nas redes sociais, por SMS ou até e-mails muito aleatórias são fortes indicativos de uma suspeita de golpe, especialmente se o indivíduo jamais procurou os serviços daquele comércio” alerta.

Por conta disso, Antes de acessar qualquer link duvidoso, a pessoa deve se informar sobre as condições daquele conteúdo”, recomenda.

3. Desconfiar de descontos milagrosos

Em datas comemorativas, as estratégias de marketing das lojas se tornam ainda mais direcionadas. Dentro desse plano de ação, diversos empreendedores oferecem descontos e benefícios a mais nas compras. No entanto, os comerciantes não trazem benefícios ao ponto de ser fora do comum.

O cofundador alega que datas especiais fazem as companhias buscarem formas de aumentar seus resultados do mês. “É primordial que o consumidor tenha isso em mente, para que não vá de encontro a golpes disfarçados de ofertas milagrosas”, alerta.

4. Ficar atento com “urgências”

Os criminosos procuram modos diferentes de fazer os consumidores serem atraídos pelos descontos falsos. Uma das formas é trazer um senso de urgência à compra.

Por conta disso, desconfie de promoções que exigem uma compra rápida, com mensagens dizendo que é a última peça do estoque ou ‘restam apenas 2 unidades’. Muitas vezes, o golpista faz isso para pressionar o consumidor a tomar uma decisão sem analisar os riscos da transação”, explica.

5. Acompanhar o processo de pagamento com atenção

Uma das fases que mais demandam a atenção das pessoas é o pagamento. Todo o processo deve ser acompanhado de perto — desde as opções que a empresa oferece para fazer a transação até a sua finalização e passando para a entrega. Assim será possível identificar qualquer ação suspeita.

“Assim como uma pessoa pode ter o seu cartão clonado ao comprar presencialmente, ela pode ser prejudicada no e-commerce. Por isso, lojas com sistema antifraude eficientes dispõem de procedimentos de pagamento práticos e que revelam a sua segurança”, destaca Sanzovo.

6. Checar o registro de dados

Pelo e-commerce, o contato do consumidor com a empresa depende da sua identificação. Por esse motivo, o registro de dados não pode ser ignorado ou feito com pressa.

“Tanto no momento em que um consumidor compra pela primeira vez online até todas as outras, a disposição das suas informações pessoais deve estar correta” reforça.

“Então, checá-las e garantir que não há nada errado acerca da sua identidade pode evitar golpes e provar para o lojista que se trata de um cliente idôneo”, completa o executivo.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Silvio Souza
Silvio Suehiro Souza é formado em Comunicação Social - Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Desde 2019 dedica-se à redação do portal FDR, onde tem acumulado experiência e vasto conhecimento na área ligada a economia, finanças e investimentos. Além disso, Silvio produz análises sobre produtos e serviços financeiros, sempre prezando pela imparcialidade e informações confiáveis.