Dia dos Namorados 2022: especialista dá dicas para economizar nos presentes

Dia dos Namorados promete animar o comércio. Mesmo com o país em crise econômica, espera-se que a população vá as compras para celebrar o dia 12 de junho. Ao longo dos próximos dias, centros comerciais privados e públicos devem aumentar o fluxo de movimentação. Abaixo, saiba como economizar na hora de escolher o presente.

publicidade

Depois de dois anos de pandemia, o Dia dos Namorados volta a ser celebrado no Brasil. Casado ou não, os amados devem ir as compras para escolherem seus presentes. É preciso, no entanto, ficar atento para fugir dos altos preços e possíveis golpes.

As datas comemorativas costumam ser uma ótima oportunidade para que os golpistas vitimem os consumidores com promoções falsas ou reajustes ilegais de preço. Para te auxiliar nesse momento, o FDR convidou a contadora e professora de contabilidade da C.H.i. Cursos, Antonia Jairi Brito, para uma entrevista exclusiva.

Abaixo, ela explica a melhor forma de fazer pesquisa de preço, trazendo dicas sobre economia, parcelamento e mais. Acompanhe:

publicidade

Qual a melhor forma de fazer pesquisa de preço?

Com a tecnologia, a pesquisa online é a melhor forma. Mas é preciso lembrar que normalmente existe diferença de valor entre loja física e loja virtual. Para ajudar na pesquisa existem sites e aplicativos de comparação de preços, alguns tradicionais outros mais novos. Vale destacar que esta comparação gera consciência financeira, porque quando for efetivamente comprar, terá uma noção do valor.

O SERASA listou os 14 comparador de preços mais utilizados. São eles:

  • Buscapé
  • Zoom
  • Escolha Segura
  • Escorrega o Preço
  • Busca Preço
  • Shopping Uol
  • Já Cotei
  • BondFaro
  • Preço Mania
  • Confie Aqui
  • Google Shopping
  • Baixou
  • Promobit
  • Pelando

Como economizar na hora de escolher um presente?

A primeira coisa é definir um limite de gastos. Essa é base do planejamento financeiro.  Então deve-se fazer a pesquisa de preços e finalmente fazer a compra. Sempre lembrando que o mais caro nem sempre é o que agrada mais. Leve em consideração o perfil e a personalidade do seu par.

Devo priorizar o pagamento no débito ou no crédito?

O débito sempre é o pilar da saúde financeira, porque você não está postergando um valor a pagar. Ele também traz consciência financeira. Muitas vezes a pessoa gasta o dobro, só porque é no crédito. Erro que lá na frente tem consequências.

Se eu achar um produto mais barato na internet e na loja ele estiver mais caro, posso pedir reajuste?

Os valores diferentes entre loja física e online não caracterizam propaganda enganosa, segundo o Procon. Como as operações são diferentes, existe mesmo uma diferença entre elas.

Estou sem dinheiro, mas não gostaria de deixar a data sem um presente, o que devo fazer?

Seja criativo(a). Essa a melhor parceria para quem quer estar em dia com a economia financeira. Se a verba está curta, mas você não quer deixar de mostrar o seu amor, pense: “o que eu posso fazer para mostrar o meu amor com o que tenho?”.

Então vai abrir a sua mente para possibilidades e enxergar que pode ter em casa itens para montar uma cesta, um produto customizado, preparar um jantar. E com isso o seu presente ainda ganha um selo maravilhoso “eu que fiz”.  Sucesso na certa!

Lista 5 dicas para quem vai às compras nos próximos dias

publicidade
  1. Decida antes o que vai comprar.
  2. Faça pesquisa de preços.
  3. Sai de casa direto para o local onde vai comprar.
  4. Pague a vista.
  5. Vá sozinho(a).

Sugestões de celebrações mais em conta

  1. Jantar Romântico na sala
  2. Café da manhã na cama
  3. Picnic
  4. Declarações pela casa
  5. Montar um kit do casal com fotos e cartinhas
  6. Assistir um filme que lembre a história do casal
  7. Conhecer um novo parque ou ir ao cinema juntos
  8. Faça algo que seu amor não espera

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestra em ciências da linguagem pela Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo na mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR, onde já acumula anos de experiência e pesquisas sobre economia popular e direitos sociais.